Digite seu E-mail:

Assine o Feed

O Falso Profeta do livro de Apocalipse e o Protestantismo Moderno

Falso-profeta-apocalipse

O Falso Profeta do Apocalipse

O falso profeta do apocalipse, na verdade é um símbolo de toda a mente coletiva institucional que tem dominado o cristianismo nestes últimos tempos. Marcado pelo fanatismo, proselitismo, ignorância e pelo espírito de posse na vinha do cristo.

Tais padrões morais degradantes lhe afinou aos princípios do Dragão, com seu escravo e cooperador. Ao invés de ser uma força impulsionadora do progresso e paz mundial, se tornou o ícone simbólico do declínio cristão. pelas marcas da besta

Fogo do Céu

“E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens.” (Apocalipse 13:13)

- Essa passagem é uma revelação autentica dos fenômenos peseudos-espirituais que ocorrem nas denominações neo-e pentencostais. Com o famoso PODER do espírito santo que desce dos céus, para fazer milagres e curas por mando de tais lideres religiosos.

É baseado no uso induzido da fé alheia, que geralmente são responsáveis por muitos milagres na verdade, e não pelo poder de tais pastores. E nisso se opera o controle das consciências simples. Com segundas intenções de tais sacerdotes que tem consciência plena que tais métodos nada mais são do que o uso natural da psicologia. Quem pode ajudar como destruir.

Os Três Espíritos Imundos

“E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs.” (Apocalipse 16:13)

- Tais atitudes geraram com o tempo a tradição de tais instituições que vendidas pela ganância de poder por mais e mais fiéis, se preocuparam em se gladiarem proporcionando em seus seios milhares de shows teatrais para controlar o mantenimento numérico de seus púlpitos que se fascinam com esses sinais que para si lhes parecem sobrenaturais.

E daí surgiu milhares de profecias exuberantes que sempre visam aos interesse materiais e todas suas más consequências morais padronizado em três; ego, mentira e a ambição.

Dando consequência ao declínio cristão nestes últimos tempos, que acabou abrindo o caminho para os reis do oriente; como no caso da Ascensão do SIONISMO na terra, este Dragão que se alimenta dos enganos deste modelo institucional falido.

666-Falso-profeta-apocalipse

A Besta e sua Imagem da Besta

“E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.” (Apocalipse 19:20)

- A Besta é o símbolo de reinos de reinos, e na era cristã representou a Roma Papal e a América Protestante, o Dragão; o próprio Sionismo judaico que engana a todos.

As religiões quando perdem seu verdadeiro papel de elemento de desenvolvimento da consciência humana, passam pela triste estrada da corrupção, usando de apetrechos para o domínio, como ocorreu na idade média com o clero papal e hoje tomando o mesmo caminho, ou melhor; sendo uma imagem e semelhança disto, o protestantismo moderno.

O Sinal da Besta e do Falso Profeta

Israel-sionista-cristaos-sionistas

O sinal de Deus (Deuteronômio 6:8) é nada mais do que a conduta espiritual centrada nas revelações divinas e puras, como um dia a própria primeira aliança foi um sinal para os atos (mão) e consciência dos homens (fronte).

- Más os sinais da Besta com ajuda do Falso profeta, nada mais é falsear tais mandamentos, negando e anulando o sacrifício da cruz. Retrocedendo o sinal do evangelho, nas lei antigas e humanas de Moisés, somente pela ganância de muitos sacerdotes, que fizeram de suas posições religiosas, um meio de ganhar a vida. E nisso encaminham a maioria de fiéis á morte espiritual bem com á toda sociedade humana.

* Fé sem obras.

* Doutrinas de Prosperidades.

* Profecias futuristas que negam a primeira vinda do Cristo.

* E a idolatria á Israel Sionista com seus crimes.

- Assim age o Falso profeta com sua insanidade anticristã, impondo dogmas, doutrinas e a religião, sem o respeito ás individualidade humana e as diversidades. Com a ajuda de sua influência e fama sobre as almas ignóbeis, que aceitam tudo sem questionarem.

É a cegueira da idolatria que permite tais almas serem servas do mal, e de seus agentes transvestido de anjos de luz. Ou melhor; das tais imagens vivas que falam e possuem alma. (Apocalipse 13:15)

O Fim do Mal e uma Nova Era

“Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso.” (Apocalipse 16:14)

A humanidade passa por seus momento finais de desenvolvimento para a sua eclosão para um novo tempo, em breve diversos poderes humanos serão sacudidos pelos processos naturais que sempre dão fim a diversos períodos, e todos aqueles que serviram de escândalo no presente atual, terão que expurgar suas antigas pendencias em outros mundos primitivos, pois aqui; não serão permitido o encarne de almas sofredoras.

Os tempos são chegados, e para que uma nova humanidade surja é necessário o fim da atual. E será ai quando a religião retornará a sua essência pura, onde aqueles que anseiam o bem comum de todos, á usarão como elemento divino purificador da conduta humana.

Autor: Valter J.Amorim (Aquárius 2036)


Postagens Relacionadas:

O Anticristo e o Oitavo Rei do Apocalipse

Sionismo – O Dragão do Apocalipse e a Invasão Reptiliana na terra

A Besta do Apocalipse 13 que emerge do Mar !

O Número da Besta, Imagem da Besta e Marca da Besta, saibam as diferenças ?

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !