Digite seu E-mail:

Assine o Feed

A Bíblia é mesma toda Inspirada por Deus ?

biblia-sagrada-inerrancia

Inspirada por Deus ?

Talvez muitos não concordem com esta pergunta sobre a bíblia, que é o artigo de fé á muitos; seria a Bíblia toda inspirada por Deus, sem nenhuma indício ao erro e equívocos como muitos afirmam?

Essa questão foi definida em uma afirmação do próprio Jesus quando afirmou:

“Em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens.”(Marcos 7:7).

- Hora, aqui é o próprio Jesus que acusa de doutrinas de homens quando se refere á lei do apedrejamento de mulheres ímpias, e que era lei do velho testamento.

Mais porque muitos teólogos em geral, afirmam o contrário sobre esta suposta inspiração da bíblia ?

biblia-revelada

A Inspiração Divina

A inspiração divina segundo muitos representa um processo espiritual onde o indivíduo (profeta ou vidente) recebe ou capta por meios de alguns sentindo psíquicos, tais como: audição, sonho, vidência e outras mais, informações que são dadas por intermédio dos anjos geralmente (espíritos).

A inerrância bíblica

A totalidade inspiratória da bíblia é baseada para muitos cristãos protestantes em maioria, nas palavras de Paulo em 2 Timóteo, onde está escrito assim:

"Toda escritura é inspirada por Deus …" (II Tm. 3:16).

- Más se analisarmos pelo estudo das palavras em seu contexto original, ai que encontramos outra conclusão.

Na verdade a palavra "TODA" foi retirado do grego em seu original que era utilizada a palavra "PARSA" que logicamente significa "QUALQUER"

Portanto seria um absurdo sustentar esta tese de inerrância bíblica, mesmo sem essa verdade acima do estudo do grego exposta, pois o velho testamento esta também tão ceio de ordenanças humanas criadas por Moisés, que somente sendo judeu para para fechar os olhos as estas objeções, más como somos cristãos (Hebreus 8:7), vamos dar prosseguimento a essa pesquisa !

Segundo o próprio Velho  testamento; ele mesmo diz que por intenções sórdidas segundo o Livro detesta Jeremias se diz; que havia escrita fraudulenta nos escritos bíblicos alterando a lei de Deus.

“Eles dizem: «Somos sábios, temos a Lei de Javé». Mas a caneta falsa do escriba transformou em mentira a Lei de Deus.” (Jeremias 8: 8)

- Portanto para sem denegrir por completo a crença de ninguém, más valorizando a crença cristã nas escrituras pelo meio da razão, assim cremos que nos baseamos na conclusão de Pedro, que define inspirado somente aquilo que era revelado de forma espiritual, por via dos dons e nem toda escrita de um livro era fruto só de revelações.

"porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens {santos} falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo."(II Pd 1:21).

innerancia-biblica

O Velho Testamento

Moisés ensinou o povo hebreu a necessidades dos holocaustos (sacrifícios) de animais, para as expiações dos pecados, e segundo ele; ordenado pelo próprio DEUS. Já em (Hebreus 10: 4), Paulo afirmava que os sacrifícios eram impotentes para tirar os pecados, portanto essas ordenanças jamais seria de Deus, mais sim de Moisés.

E seguindo mais os rituais da lei temos; princípios de higiene, nos costumes, dias festivos, ao qual mais tarde Jesus chama de tradições humanas e Paulo de “Obras da Lei”.

“Em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens.”(Marcos 7:7).

- São estes na verdade os conceitos exteriores que o próprio Jesus tratou de combater, pois representavam apenas um código de leis civis transitórias, a que muitos judeus tratavam com grande importância para com a divindade, e não faziam o mais importante que era a reforma interna do coração.

“E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?”. (João 8:6)

- Portanto aqui temos positivamente um ideia de que os religiosos daquela época sabiam o que era de Moisés e não de DEUS. Pois se toda a LEI não fosse humana, Jesus a teria á sancionada em seus ensinos e estes judeus não teriam dito “nos mandou Moisés”.

Equívocos do Evangelho

novo-testamento-inspirado

Os livros mais importante para os cristãos tem como fonte primaria à vulgata, e segundo São Jerônimo, que a traduziu os documentos dos apóstolos, e tempos depois confirmou que adulterou alguns escritos a mando do papa Damásio e se seguimos a lógica, todas a versões modernas estão adulteradas ou limitadas também, pois todas têm como base primária a vulgata.

E fora estas possíveis adulterações temos que contar também com os erros de transcrições e dos copistas que sofreram ao longo do tempo pela mudanças de linguagens, que possivelmente podem ter gerado certos equívocos.

Exemplos :

1- Em (Lucas 24: 44á46) - Jesus se refere que desde seu nascimento até sua ressurreição se cumpriram segundo ás escrituras.

Já em (João 20:09) – Se diz que as escrituras não sabiam que Jesus deveria ressuscitar ao terceiro dia.

___________________________

2- Em (Matheus 28:01) - foram duas mulheres ao sepulcro : Maria e Maria Madalena.

Em (Marcos 16:01) Se diz que foram Maria, M.Madalena e Salomé.

Em (Lucas)se Diz: Maria, M.Madalena e Joana. Já em (João 20:01)- se diz que foi apenas Maria Madalena.

___________________________

3 - Em (João 20:02) – As duas mulheres voltam do sepulcro e avisa os apóstolos sobre o ocorrido e confirmam que não sabem do paradeiro de Jesus?

(Matheus: 28:09) – As mulheres ao caminho dos apóstolos encontram com Jesus, e o mesmo pede que avise ao discípulos que se encontrem com ele na Galiléia.

Já em (Marcos: 16:07) - Se diz; que foi o anjo quem manda avisar aos discípulos para se encontrarem com Jesus na Galiléia.

___________________________

- Bom! Estes são pequenos exemplos destes equívocos ou discrepâncias, e por esta razão e outras não se pode considerar a bíblia e os evangelhos como o próprio DEUS. Isso não denigre a fé cristã, más fortifica ainda mais pela necessidade de um estudo mais sistemático por parte de muitos, levando sempre em consideração, os fatores históricos e regionais. Deixando em observação da importância do Evangelho aos cristãos pelas palavras de Jesus.

Deus não é Homem

escribas-copista-bíblia

No livro da Gênese onde todo seu enredo é bem simbólico, não devendo ser levado ali muita coisa para a realidade, temos uma descrição de um certo lado humano de Deus.

“Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.“ (Gênesis 6:6 )

- Ora Deus aqui chega ao ponto de possuir atributos humanos ao que o leva á se arrepender de sua obra, então resolve destruir toda a humanidade com o epílogo do Dilúvio Universal.

Mais numa passagem de um livro mais moderno do velho testamento olha o que é afirmado:

“Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?” (Números 23:19)

E mais afrente em outro livro mais moderno ainda voltamos a antiga conclusão de gênese;

“E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha anunciado lhes faria, e não o fez.” (Jonas 3:10)

- Nas três opção e ponto de vista, está mais do que claro de que não estamos diante de revelações espirituais e muito menos a palavra de Deus viva disseminado fielmente, mais sim da conclusão pessoal dos autores (profetas) que escreveram estas frase segundo seus ponto de vistas pessoais !

Ou quem sabe; até mesmo o erro de copistas, que não deixa de ser uma refutação total a essa teoria de inspiração total bíblica.

A Visão Espírita

psicografia-escrita-espiritual

"porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens {santos} falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo." (II Pd 1:21).

- Não se nega aqui objeção de Pedro, mais sim a conclusão radical tomada pela religiões protestantes, más a sancionamo-a, e o julgo em cima daqueles que definiram vulgarmente as escrituras sem uma analise mais seria e lógica em seu teor e ainda mais por nos acusarem de hereges por possuir ideias divergentes.

Como afirmou Pedro, somente aquilo que era revelado pelas profecias, claramente; pelas portas dos dons espirituais (mediúnicos), e quer queiram quer não, os livros não foram histórias reveladas, mais sim vividas pelos apóstolos e profetas, que nem sempre escreveram fatos revelados, más muitas vezes opiniões e visões pessoais suas.

Conclusão AQUARIUS 2036

Quando se faz por ignorância tudo bem, mais quando se sabe a verdade e insistem-se no erro, aí já não se tem nada de espiritualidade em si, mais apenas fanátismo.

Que é o que interessa mais para a grande parte dos falsos sacerdotes? – Pois é através disso que manipulam o livre arbítrio de seus fiéis, na tentativa de conseguir privilégios monetários das mais variadas espécies, como por exemplo em que muitos passam á acreditar que Jesus não aboliu a lei e seus rituais e assim se entregam cegamente na tradição obrigatória do dízimo.

Uma vergonha para o cristianismo, e para aqueles que se auto intitulam os verdadeiros e únicos seguidores e conhecedores da verdade.

E um retrocesso do sacrifício na cruz, é voltar á morte como afirmou tanto Paulo.

“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.“ (Romanos 8:15)

Autor: Valter Amorim: O Administrador


Postagem relacionada:

O Velho Testamento foi revogado por Jesus ?

A Confissão de Jerônimo e a Adulteração da Bíblia cristã

A Mentira dos Fariseus e a Inspiração Divina da Bíblia

O Evangelho de Martinho Lutero

O Número da Besta, Imagem da Besta e Marca da Besta, saibam as diferenças

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !