Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Ser, Universalista !

Universalismo 2

A mentalidade universalista é a nova visão espiritual que possamos se dizer, que veio complementar e ampliar ainda mais a visão principalmente do espírita ou espiritualista em geral, é uma necessidade para a época de transição em que atravessa nossa humanidade, uma conclusão plausível para o espírito humano, em que ele passa á compreender a necessidade do diferente, do outro, na evolução comum de um todo, entendendo o que os espíritos superiores já diziam à Kardec, pois: tudo está em tudo.

Não que o próprio espiritismo não ensine estes valores do respeito mútuo, e a necessidade do diferente, podemos se dizer que essa é a própria essência da doutrina dos espíritos.

O próprio Pietro Ubaldi, já trazia em sua época esta visão; visão esta que foi pouco aceita pelos seus contemporâneos espíritas de sua época.
Em sua obra "Técnicas funcionais das leis de Deus", já se dizia que a descida dos ideais (revelações) no conceito das religiões e culturas. Deus sempre usou uma forma de distribuição dos conhecimentos em forma gradual, pois cada religião ou cultura recebia estes conhecimentos de acordo com suas formas de concepção e entendimento.
Se olharmos muitas ideias ou dogmas espirituais antigos, veremos que muitas ideias reveladas no passado, mais tarde foram confirmadas no futuro pela própria ciência e pelo próprio espiritismo, que é o resumo final das revelações cristã.

A própria religião do Krisna, já não ensinava de forma simbólica, os chacras, através de simbolismos sagrados como a lenda da deusa que desce do céu numa corda e que depois passava a se esconder numa caverna, Deusa esta que não é mais do que a "kundalini", chacras estes que não são mais do que acessórios naturais do próprio períspirito, revelado e aceito por muitos espíritas de nossa época

Chico e Ubaldi  Não vemos hoje também uma real preocupação para com uma ética mais ambiental que se conjumine com o progresso de nossa sociedade atual ?
Mentalidade esta que já era valorizadas pelos pajés de muitas culturas indígenas, como Hopis, Navarros, Cherokis, Xamãs e de muitas tribos de diferentes regiões e continentes de nosso globo ?
Coisa que muitos puristas não aceitam como realidade, com a ideia fixa de que não passa apenas de almas primitivas em que o senso moral está pouco desenvolvido, mais no caso de pureza espiritual, será que eles não teriam muito à nos ensinar?

Pois muitos deste povos foram dizimados em massas pela cobiça destes que se dizem civilizados, cobiça por territórios, chacinas em massas, e também com proliferação de doenças que só o homem branco portava, e que ajudou ainda mais na extinção por completo de muitas tribos.
A ideia mental universalista faz com que o homem passe a averiguar o passado, presente e futuro em suas diversas faces revelatívas para a compreensão de uma espiritualidade mais complexa, sem atribuir limites para a busca da verdade.

Não que o espírita tenha que ser exotérico, ufólogo, protestantes, católico, maçom, xamanista, Rosacruz, ou seja; abraçar todas as correntes ao mesmo tempo, não!

O Universalista pode sim filtra várias informações de várias correntes para sua conclusão pessoal, ou a liberdade também á seguir o que ele bem entender também, Na sua construção de uma espiritualidade mais complexa e ampla, sem apego á regras ou dogmas impostas por federações ou instituições.
O homem passa a entender melhor a complexibilidade da criação e entender que Deus nunca deixou ninguém ou qualquer povo a mercê da sorte. Através desta visão o ser passar a perceber a necessidade de várias ideias com suas próprias e características para o crescimento de um todo. 

krishna_3 
Nos templos do Egito antigo, os escolhidos eram iniciados, através dos conhecimentos ocultos destes templos.

A medida que o iniciado estava apto a compreender mais sobre os segredos, assim ele subia de grau, na hierarquia do templo. Ou seja, do começo ao fim a vida do espiritualista passava por uma escala progressiva do saber, talvez seja por isso que as construções destes templos coligados a sabedoria Atlante, sejam sempre de características piramidais com escadas escalonadas.
Ideia perpetuada até hoje em dia em algumas ordens iniciáticas modernas com a Maçonaria e a Rosa Cruz e outras mais.

O Espiritismo como o ápice das revelações, pois ele veio para libertar totalmente o homem da matéria, abrindo a porta da evolução planetária pelo conhecimento da compreensão do ser espiritual que é a alma ou espírito, suas características essenciais, e pela revelação ao mundo desta dimensão invisível que nos rodeia.

Veio na hora necessária em que a humanidade necessitava da luz, do discernimento real e correto das ideias do Cristo, que á a verdadeira meta a seguir, que muitos após estes dois mil anos não conseguiram ainda entender, por causa do sistema de domínio corrupto religioso e ditador do passado.
O espiritualista universalista passa agora entender que todo planeta é agora uma grande ordem iniciática. Onde cada procura sua própria religião de acordo com sua situação perante a sua escala evolutiva.

Universalismo

A mentalidade universalista veio para esclarecer aqueles todos aqueles que buscam a verdade da religião em si, através dos declines do mundo religioso antigo, pois o universalista sabe que tudo teve sua finalidade perante a cada época, Até a necessidade do próprio mal se assim que podemos dizer na terra como alavanca para impulsionar os povos ao progresso, como o próprio capitalismo que foi importante em sua época e que hoje já começa se tornar obsoleto e impróprio para uma nova sociedade que está em breve á surgir.

O Universalismo é a verdadeira síntese daquelas palavras do mestre : "conhecereis a verdade e ela vos libertará", não nutri nos corações a corrupção, ódio, orgulho, vaidade, intolerância religiosa, fanatismo e o racismo, o ser passa a perceber que todos são iguais perante a criação, o que apenas faz a diferença é a o degrau da escala evolutiva a que cada povo, pessoa, país e região se encontra.

O universalismo é o antônimo do verdadeiro exclusivismo religioso, exclusivismo que gera; corrupção, preconceitos, castas, ódio entre os partidos. Exclusivismo este que mostra dia a dia, suas chagas numa grande queda, para uma nova sociedade que se erguerá intolerante para com o mal sobre qualquer forma que for, pois para aqueles que estão já aptos a herdar o novo mundo, já sabem que ele é fruto das imperfeições da alma humana e não das verdadeira e divinas revelações.

Autor: Valter Amorim (O Administrador)

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !