Digite seu E-mail:

Assine o Feed

A origem Católica da doutrina do Arrebatamento da Igreja

O Arrebatamento da Igreja

doutrina-Arrebatamento-da-Igreja

A doutrina do arrebatamento da Igreja é nova e possui sua origem no catolicismo romano, coisa que muitos fieis protestante talvez ainda não saibam na realidade, que o arrebatamento que tanto esperam não foi conclusiva pelos estudo protestantes.

O movimento da reforma parece que em sua origem possuía uma visão historicista, que se baseava no estudo das escrituras com bases históricas, e sobre este ponto de vista referiam como Roma e o Papa sendo os principais personagens referido no livro de apocalipse.

Uma interpretação reformista foi implementada pelos Jesuítas da Idade Média que se opunham à visão profética do historicismo, sendo conhecida como “futurismo jesuítico”. Esta visão introduzida pelos Jesuítas estipulou que as profecias relativas ao aparecimento do Anticristo não tinham nada a haver com o Papa romano (forma de governo e não pessoa) daquele tempo, mas com um suposto futuro fim dos tempos ainda por vim.

Por causa da visão profética historicista da Idade Média até a reforma, uma série de artigos foram escritos por vários autores e publicados para se oporem à visão histórica. Estes livros foram escritos de um ponto de vista futurista para tirar Roma do fóco daquele momento pelas afirmações de que o Papa seria o Anticristo, ou seja: Uma grande manipulação das consciências.

O antigo Arrebatamento Católica

Catolicismo-Romano

MARGARET MCDONALD (1800) Membra da IGREJA APOSTÓLICA CATÓLICA CARISMÁTICA do “reverendo” IRVING , com 15 anos de idade, estava entre os membros da congregação em 1830 quando teve uma visão de um Arrebatamento Secreto.

Essa visão chegou até nossos dias sancionado pela grande maioria dos protestantes modernos de diversas denominações que acabaram por acoplar essa doutrina em sua teologia e fé.

Hoje existem muitas variações desta doutrina. A série popular de livros "Deixados para Trás", escrita por Tim Lahaye e Jerry Jenkins, apresenta apenas uma dessas variações. E que virou até filme, tendo hoje três versões. E o texto sempre defendido é (1Tessalonicenses 4,15-17) para sancionar esta ideia.

filmes-do-arrebatamento

Mais como podemos entender historicamente, ela possui sua origem mais no catolicismo do que no protestantismo, que por descuido acabaram-se tornando submissos a essa teologia de Roma.

A Luta contra o Espírito

Jesus-pisa-serpente

E assim foi definido o mundo espiritual  revelada á Kardec “O mundo corpóreo poderia deixar de existir, ou nunca ter existido, sem com isso alterar a essência do mundo espírita.

- Caracterizando o mundo espiritual como a primícias da criação, e segundo nosso entendimento o lar de onde primeiramente saímos para evoluirmos, rumo ao criador.

Conceito este baseado no principio da preexistência do espírito descrito de forma real em todas as escrituras, mais não creditado por muitos.

Ver: (Malaquias 4:5) (Jeremias 1:5) (1 Timóteo 6.7) (Sabedoria 8:19 e 20) e (II João 1.7)

- Como já abordei em algumas postagens minhas, apesar de muitos afirmarem que não ! - A ideia do mundo espiritual na igreja primitiva eram muito diferentes do que se divulga hoje.

Criaram e moldaram uma nova doutrina HUMANA para diferenciar de algumas crenças espirituais alheias difamada como pagãs, na tentativa de exclusivar o cristianismo e assim temos o que é visto hoje tomando conta da maioridade religiosa.

O Materialismo e o Arrebatamento

mateiralismo-almas

Assim definia a profecia de Daniel, que logo após a destruição dos quatros reinos que na realidade seriam as besta proféticas (babilônia, medo persia, Grecia e Roma), o senhor faria conhecer um reino que jamais seria destruído por ninguém.

Esse reino é o mundo espiritual e suas facetas, reveladas pela doutrina espírita, como outrora foi por Jesus, e hoje sob a hedge dos espíritos cristãos redimidos.

Quer lutem e façam o que façam, isso jamais será mudado e vencido, como é característico destinado aos mundos materiais.

Por isso se criou-se ideias e tantas acusações infindáveis aos fenômenos espirituais, e a própria doutrina do arrebatamento de corpos ao paraíso, e um grande exemplo dessa oposição, onde se usa o próprio nome do cristo, para barrar o progresso do novo reino de Deus na terra.

Hoje o catolicismo abomina essa visão de ascensão aos céus dos fiéis e corpos físicos ao paraíso por questões bíblica e racionais, ficando a mercê do protestantismo divulgação dessa doutrina.

Fiz este vídeo pequeno com as passagens defendidas por muitos, para sancionar esta visão, e aqui interpretado em seu teor original, histórico e espiritual, e peço a cada leitor deste blog, que ajudem a divulgá-los também, para que assim possamos em união barrar o espírito da ignorância e das trevas, que se fez presente nestes últimos dias.

Versão espanhol: http://www.youtube.com/watch?v=SK6n6D-UD94

Versão Inglês: http://www.youtube.com/watch?v=n_x7GslaDjU


- Deixarei aqui os links onde muitos encontrarão as referências bíblicas usadas no vídeo e interpretado na forma temporal e correta dos evangelhos:

- O mito do Arrebatamento da Igreja em corpos físicos ao Paraíso -

- E demais referências abaixo, para complemento do estudo e tirem cada qual suas próprias conclusões, e Abraço, paz e luz a todos !

Autor: Valter J.Amorim


Postagens Relacionadas:

A Grande Tribulação e o fim do Mundo

Os “Últimos dias” e o que diz a Bíblia realmente !

A Visão Espírita Sobre a Besta do Apocalipse

O Anticristo e o Oitavo Rei

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !