Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Pastor homofóbico vai presidir Comissão de Direitos Humanos

feliciano-twitter

O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) vai ser o próximo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.
Feliciano é conhecido por suas afirmações homofóbicas e preconceituosas. Em 2011, no Twitter, ele escreveu que os resultados de um relacionamento amoroso entre duas pessoas do mesmo sexo são ódio, crime e rejeição.
A comissão tem sido presidida por um deputado do PT, mas agora o partido cedeu o cargo para o PSC (Partido Social Cristão), que é da base de apoio do governo.

O PSC ainda não anunciou oficialmente a indicação de Feliciano, mas o pastor-deputado confirmou ao Estadão que a escolha do seu nome já foi decidida.
A igreja de Feliciano é a Ministério de Avivamento, de Orlândia (SP). Ele dedica a maior parte do seu tempo, como pastor e deputado, a combater o movimento gay pela igualdade de direitos. Em 2012, por exemplo, ao participar do Congresso dos Gideões Missionários de Última Hora, em Camboriú (SC), disse que a Aids é uma doença gay !

“Amamos os homossexuais, mas abominamos suas práticas promíscuas”, ele costuma dizer.

Em 2011, no Twitter, Feliciano afirmou que “os africanos descendem de um ancestral amaldiçoado por Noé”, e é o que explica, segundo ele, a grande incidência no continente africano de doenças como o ebola.
Ele afirmou ontem que pretender dar “maior equilíbrio” à Comissão de Diretos Humanos, que, no seu entendimento, se tornou em uma instância de “privilégios” aos homossexuais e transexuais.

"Se tem alguém que entende o que é direito das minorias e que já sofreu preconceito e perseguição é o PSC, [porque] o cristianismo foi a religião que mais sofreu até hoje na Terra", disse.

Xuxa pede mobilização contra o 'monstro' Marco Feliciano

Xuxa

Pela primeira vez a apresentadora se envolve em uma polêmica

A apresentadora da Rede Globo Xuxa (foto) afirmou em sua página no Facebook que o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP), o novo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, não é “um religioso, é um monstro”.

Sem citar o nome de Feliciano, ela ficou indignada ao ler que “esse deputado disse que negros, aidéticos e homossexuais não têm alma”. “Vamos fazer alguma coisa! Em nome de Deus, ele não pode ter poder.”
É a primeira vez que Xuxa pede mobilização de seus fãs em uma questão polêmica. Amiga do padre Marcelo Rossi, ela é católica praticante.

No Facebook, em seu desabafo, escreveu sete vezes a palavra "Deus" e argumentou que todos sabem que ela respeita todas as religiões.
A apresentadora também se mostrou abalada ao saber que Feliciano, durante uma pregação, pediu a senha do cartão bancário de um fiel. “O que é isso, meu povo?

Essa pessoa não pode ser presidente da Comissão de Direitos Humanos”, escreveu. “Ele (sic) não pode ter este espaço para usar, pisar e denegrir o ser humano”. Acrescentou que é um direito dos humanos se protegerem “desse tipo de pessoa”.
Até a tarde de hoje, o post da Xuxa tinha quase 40.000 curtidas, com mais de 5.000 comentários.

"O que é isso meu povo?"

xuxa

Psicóloga defende Feliciano e afirma que monstro é a Xuxa

Marisa Lobo

Marisa Lobo fez referência ao filme de Xuxa com garoto de 12 anos

A “psicóloga cristã” Marisa Lobo (foto) gravou um vídeo de 2 minutos para defender o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) da crítica da Xuxa segundo a qual ele é um “monstro” por propagar que a África é amaldiçoada e a Aids é uma “doença gay”. Lobo disse que “monstro é quem faz filme pornô com criança de 12 anos”. Foi uma referência ao filme “Amor Estranho Amor”, lançado em 1982, no qual Xuxa faz o papel de uma prostituta. Há uma cena em que a personagem, nua, seduz um garoto, filho de outra mulher do bordel.
A psicóloga evangélica disse ter ficado “a-pa-vo-ra-da” por ter visto nas redes sociais que Xuxa, uma personalidade, ter incitado ódio contra um pastor.

Ela disse que as filhas (adolescentes) do pastor são fãs de Xuxa e estavam chorando por causa das acusações feitas ao seu pai.
Lobo afirmou que a apresentadora não pode chamar de “monstro” um pastor, que também é um deputado que foi eleito com mais de 200 mil votos, por mais que ele tenha “falado algumas coisas que não sejam politicamente corretas”.

Disse que a apresentadora, quando não está diante de um teleprompter  só fala besteira. Ela conclamou os “evangélicos a criarem vergonha na cara”, de modo a deixar de assistir o tipo de programa da Xuxa.

Maria Lobo já foi advertida mais de uma vez pelo Conselho de Psicologia para que não misturasse em seus sites profissionais psicologia com religião e nem se apresentar como “psicóloga cristã”, e ela sempre tem tido que não abdica de sua fé. Em seus embates com o conselho, Lobo tem recebido o apoio do deputado Feliciano, que inclusive já citou o nome dela em plenário como perseguida por causa de sua religião.

Fonte: http://www.paulopes.com.br

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2013/03/xuxa-chama-marco-feliciano-de-monstro.html#ixzz2NMzUFCq0

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2013/03/pastor-homofobico-vai-presidir-comissao-de-direitos-humanos.html#ixzz2NMuxn4aA

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2013/03/psicologa-crista-defende-pastor-eh-diz-que-monstro-eh-a-xuxa.html#ixzz2NMzzaI3T

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2013/03/deputados-vao-recorrer-ao-stf-para-tentar-derrubar-feliciano.html#ixzz2NN0Q2mKI

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !