Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Os planos de Lúcifer para o Domínio Mundial

legiões-de-lúcifer

Os planos de Lúcifer de Domínio

Lúcifer representa um conclave de 666 espíritos dominante e evoluídos em ciência, que aqui estão reclusos a milhões de anos, foram degradados para a região final conhecida como abismo, numa faixa vibratória que funciona como uma prisão. Destes, 659 não possuem mais seus corpos espirituais. Os outros sete deles e que comandam o submundo sendo levado em conta o poder hierárquico.

O primeiro deles em poder possui todo conhecimento acima dos outros que lhe garante sua autoridade sobre os seis abaixo.

Este conclave foi banido de outros planetas, numa leva bem maior ainda, segundo conta a narrativa de um deles, que por disputas de poderes neste antigo planeta, levaram a destruição completa deste com suas milhares de almas, que com o tempo passaram a encarnar na terra.

A milhões de anos que sempre através de seus enviados, pois suas prisões são invioláveis, vêem tentado dominar o planeta, e em uma de suas atuações mais diretas se deu em Atlântida, onde por final depois de várias premissas, conseguiram contaminar a atmosfera do planeta, ato que levou as forças superiores do planeta a providenciar o afundamento deste continente.

Mais vamos aqui ver a declaração desse grupo á um guardião do cordeiro, fruto de revelações mediúnicas dadas ao médium Robson Pinheiro, sobre os verdadeiros planos de domínio do chamados Dragões.

A NARRATIVA:

“As entidades pairavam, como se tivessem asas. Uma aura de tonalidade dourada.., causando efeitos de uma beleza surpreendente, …Isso nos fazia rever certos conceitos a respeito da aparência de seres ligados à política da oposição. Geralmente, os espiritualistas pensam e divulgam que espíritos das trevas, necessariamente, têm aspecto feio, disforme, trazendo a decadência estampada na forma perispiritual. A feição dos dragões, no entanto, dizia outra coisa... Embora representassem o mal numa proporção muito além dos acanhados conceitos humanos ..sua conformação era algo semelhante àquela ideia que se faz dos anjos. Nem mesmo os poucos espíritos superiores, que alguma vez tenhamos visto, tinham uma expressão tão angelical e delicada, bonita e iluminada como a dos dragões. O que provavelmente explique as palavras do Cristo, registradas em seu Evangelho, ao mencionar lobos em pele de ovelhas …

_______________________________________________________________

anjos-guardiões

— Sou Anton e esta é minha comitiva; atuamos em nome da justiça sideral. Estamos ao serviço do Cordeiro e aqui viemos para falar aos daimons, os poderosos dragões. Podemos saber se são vocês os soberanos, o poder vibratório supremo, ou apenas seus prepostos?

Novamente o silêncio. Um a um, os seis seres nos olharam, como se sondassem nossas intenções. A voz fantasmagórica, telepática, se fez entender:

— Nosso nome é Legião! Somos muitos. Somos o poder vibratório supremo, dentro dos limites em que o Poderoso nos encerrou. Pode nos chamar de Lúcifer, de Baal, Belial, Marduque ou qualquer nome que suas mentes desejarem associar a nós. Somos o alfa da civilização de vocês. Somos e existimos desde quando sua espécie ainda corria nas pradarias atrás de alimentos representados pelos animais extintos; formamos cidades, construímos impérios e, como ninguém, arquitetamos o formato atual de sua civilização.

Estes, que você vê, fazem parte do concílio dos maiorais, pois nós todos representamos um império além dos limites de sua imaginação. Já destruímos mundos e dominamos, no anonimato.

Nenhum poder no mundo escapa ao nosso domínio. Nada dentro dos limites do seu planeta está livre de nossa mão.

Daimon 7

"Meus especialistas estão a par de todos os inventos e descobertas da humanidade. Envio meus colaboradores, através da reencarnação, no intuito de desenvolver tecnologias de ponta, principalmente na área da computação, a fim de dominar o panorama científico e manter as mentes, dos encarnados, ocupadas .

Isso os faz, muitas vezes, distantes da realidade espiritual, do destino espiritual de suas vidas.

Existe uma série de laboratórios espalhados na subcrosta, no abismo e mesmo na Crosta, todos absolutamente controlados por mim, o número 7 do invencível concílio dos dragões. Em cidades como Madrid, Milão, Roma, Barcelona, Amsterdão, Bruxelas, Londres, Paris, Copenhague, Budapeste, Praga, Viena, Tóquio, Pyongyang, Pequim, Nova Déli, Nova Iorque, Washington, Bagdá, Jerusalém, Kiev, Krasnoyarsk, Rio de Janeiro, entre outras metrópoles do mundo, mantenho minhas bases e laboratórios. Mas disso, os humanos encarnados, nem o suspeitam."

Daimon 6

— Sou perito em tudo que se refere às comunicações.

Sou um cientista, desde a época da Lemúria, da Atlântida e da Suméria, ... Sou o mal verdadeiro, sem disfarce. O mal necessário!

"Desenvolvi um método para o mundo virtual, que os humanos tanto têm apreciado e estão fascinados. Um grupo de, mais de 20 emissários meus, está encarnado com o objetivo de desenvolver uma metodologia a partir da qual dominaremos multidões...

Um de meus ministros, um representante especial, está encarnado na Europa, a fim de desenvolver um software de segurança aos empresários e empresas. Porém, esse mesmo sistema significará o domínio de todos que dependam diretamente da internet, … Somente com uma senha especial, fornecida pela nova ferramenta, as operações financeiras serão efetuadas. Assim, essa senha consistirá no selo de dependência das organizações ao serviço de nossa política.

Em breve, o dinheiro em espécie sumirá definitivamente, dando lugar aos números e senhas, aos dígitos especiais que, ao mesmo tempo, controlarão as vidas das pessoas e monitorarão cada uma de suas transações financeiras e sistemas de comunicação.

— Sem o saber, o mundo dos humanos encarnados, a cada dia, fica mais dependente. No mais tardar, em 20 anos, o mundo será controlado diretamente pelos dragões.

— Estou ligado diretamente aos avanços da rede global…. Aproveitamos a globalização para forjar, na Terra, um mundo virtual totalmente voltado para o controlo das emoções humanas. Através de sites de relacionamento e de outros recursos de interação virtual, que seduzem os encarnados e lhes absorvem, cada vez mais, a atenção, sem que saibam ou sintam que estão sendo mapeados, dirigidos e conduzidos por uma febre de virtualismo que grassa no planeta, naturalmente patrocinada por nós.

Cientistas e engenheiros de comunicação desencarnados, em conluio com a nossa política, trabalham ativamente para deixar as mentes obscurecidas e embevecidas com informações e desinformações..A tecnologia, segundo esse meu esquema, será usada contra o progresso."

reino-de-satanás

Daimon 5

— Eu sou um dos maiorais e minha especialidade é a química e a farmacologia. Fomento o desenvolvimento de narcóticos, medicamentos e drogas em geral, além na administração dos grandes laboratórios da superfície.

Em minhas pesquisas e na criação de drogas virtuais eu, juntamente com meus representantes e ministros que estão encarnados em diversas partes do mundo, sintonizados comigo, aprimoramos efeitos sonoros e visuais para serem difundidos pelo mundo virtual, causando resultados semelhantes aos obtidos por drogas, há muito conhecidas dos terrenos, como heroína, Valium, cocaína, ópio, ecstasy e outras mais. Tudo isso, aliado a um comando hipnótico inserido nessas ondas sonoras, provocará um impacto aterrador na juventude. Ela ficará completamente à mercê das novas tecnologias virtuais, que simularão, em sua mente, sensações de orgasmo, tristeza, felicidade, apatia, euforia e diversas alucinações.

Até que, no momento apropriado, irreflectidamente, acatarão as ordens que serão inseridas em mensagens subliminares, levadas a cabo por nossos representantes encarnados.

As salas de bate-papo, a dependência e a excitação de estar conectado, o máximo de tempo possível, os quadros de ansiedade agravados pelos e-mails e o excesso de informações fáceis, bem como a superficialidade do conhecimento veloz da internet, constituem parte da metodologia que, mais tarde, causará grande estrago na mente das pessoas.

Mantemos a população num misto de medo e pessimismo constante, desencadeados por tudo aquilo que divulgamos .

No que concerne à saúde, nossa política é subjugar os homens, despertando neles o pânico de vírus e bactérias naturais ou criados artificialmente; não importa. Quanto mais a humanidade se coloca à nossa mercê, mergulhada no pesadelo da morte, mais atraente se torna a salvação que apresentamos através de nossos aliados no mundo. Introduzimos algum medicamento ou vacina milagrosa que, como é de esperar, requererá o desembolso de grandes somas por parte de diversas nações, ..devido às informações periodicamente difundidas.

Para coordenar essa instância de poder entre os encarnados que nos representam, o Clube Bilderberg, que organiza no mundo dos viventes uma forma extra-oficial de governo, é o elo máximo de ligação entre nós. Para se ter uma ideia de até onde seus tentáculos invisíveis alcançam, esse grupo seleto de pessoas e famílias controla por completo a União Europeia, as sucessivas administrações nos Estados Unidos, exerce forte influência sobre as decisões das Nações Unidas e, principalmente, sobre a conduta do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

A Comissão Trilateral e as grandes famílias que dominam o dinheiro, como, por exemplo, os Rothschild, os Rockefeller e outros aliados seus —, são nossos agentes ao exercerem nossa política de criar problemas para depois vender soluções.

Enfim, nosso domínio se estende largamente sobre as mentes, sobretudo através da hipnose coletiva, que se baseia nos medos, nas informações que propagamos, e da ignorância do povo..Nem mesmo os espiritualistas se dão conta do quanto são manipulados mediante as informações que transmitimos pelas vias ao nosso dispor."

Daimon 4

Sou o daimon que mais conhece os recursos da televisão, do jornalismo, da internet., da intrusão de ideias por meio do entretenimento, dos games às artes cénicas, sobretudo na produção cinematográfica e de telenovelas. Sou expert nos mecanismos que visam formar a opinião das massas, embora minha especialidade sejam as grandes mídias, mais precisamente a televisão, os jornais e o rádio, da imprensa à indústria cultural e do entretenimento

Facilitamos as obsessões complexas e aumentamos o número de suicídios entre os que são fracos de espírito. Além disso, colaboramos para que haja um afastamento gradual do devotamento aos ideais por parte de quem adota a política do Cordeiro.

"Meus agentes somam atualmente mais de 5 mil espíritos, verdadeiro exército de espectros e chefes de legião diretamente ligados a mim. Entre os encarnados ultrapassam a cifra de 1 milhão, nos diversos países. Controlo todo tipo de mensagem que é divulgada através desses meios de comunicação. A televisão e a arte das imagens é, no mundo, minha maior especialidade. Não preciso lhes dizer o papel fundamental que a televisão e os vídeos exercem sobre a educação, a formação do caráter, a constituição das mentes ou o arranjo de poder entre os políticos ao redor do globo. Por meio dos jornais e das revistas sintonizadas com nossa antiética.

o-anticristo-de-lucifer

Daimon 3

— Eu sou dos daimons que mais atua na mente dos habitantes do mundo. Sou especialista em religião, na hipnose causada pelas crenças, pelas doutrinas e pela manipulação do medo, na mente das pessoas. Sob meu comando estão mais de 10 mil especialistas em crenças, crendices, religiosidade e anseios de espiritualidade, das formas mais esotéricas e excêntricas às mais contemporâneas.

Há nada menos que 28 agentes meus no Vaticano; um, em particular, temporariamente materializado em meio à mais alta cúpula dos cardeais. Entre meus enviados, tenho 35 dos melhores doutores em teologia, conhecedores profundos das palavras da Bíblia e notadamente do Evangelho.

São 1,3 mil ministros do pensamento religioso imiscuídos entre os representantes de cultos considerados exóticos, bem como entre esotéricos e neopentecostais. Ultrapassam a marca de 1,5 mil os espíritos peritos em culturas e religiões. Além disso, disponho também de vasto arsenal de médiuns e doadores de energias, a fim de que possamos promover curas, milagres e prodígios de natureza variada, fenômenos considerados sobrenaturais pela estupidez humana.

Desse modo, as mentes se atêm a crenças impostas por interpretações sectárias e restritivas de textos considerados sagrados. Colocamos todas as igrejas e movimentos de renovação sob nosso domínio e infiltramos nossos representantes dentro das maiores e mais expressivas comunidades religiosas da atualidade. Minha política é multiplicar o número de fiéis, pois eles são fiéis às interpretações de sua religião, e não ao sistema do Cordeiro.

Atrairemos personalidades, pessoas com dinheiro, veneradas pelo público e, os crentes se alegrarão por ter essas pessoas convertidas à sua religião. Mas é apenas uma ilusão que alimentamos em torno de suas crenças e de seu sistema religioso.

Um dos nossos planos que mais trazem resultado, entre os dirigentes religiosos, é fazer com que a sede de dinheiro, o apetite por templos luxuosos e, em última análise, …Os representantes religiosos não abrirão mão do poder do dinheiro, do dízimo, das ofertas, cada vez mais altas.

Porém, essa é apenas uma faceta de minha ação. Temos outros segmentos do nosso poder entre os seguidores do Cordeiro. Aos olhos do povo, o fogo do Espírito Santo é que protagoniza os movimentos de renovação, em encontros festivos onde apresentadores, oradores, sacerdotes e cantores são aplaudidos e se enganam a ponto de pensar que seu Cristo está sendo louvado e glorificado quando, na verdade, são os homens que estão nos palcos — e seus respectivos egos — que recolhem os aplausos, o louvor e a glória.

Como se vê, eu cumpro o papel do Espírito Santo e, sem mim, muitas façanhas não seriam realizadas. Eu batizo, eu liberto, eu curo, eu resolvo qualquer problema que os meus fiéis queiram transferir para o âmbito divino. Eu posso ser Krishna, posso me passar pela Deusa Mãe, projetar-me como Jesus ou manifestar-me como qualquer dos mestres ascensionados. Se desejarem, apresento-me como Bezerra de Menezes, Santo Agostinho ou como o espírito de qualquer padre, freira ou expoente na área mediúnica.

Posso falar palavras mansas, tocar nos corações, despertar as pessoas para a sensibilidade. Quem sabe possa me passar por qualquer mentor e jamais ser descoberto por seus médiuns? Como trabalho em cima de suas próprias crenças e pretensões de santidade, isso não é difícil. Sou eu quem formo os missionários da religião. Sou o responsável pelos símbolos e práticas exteriores que camuflam a falta de espiritualidade."

Sou o responsável pelas aparições de alguns santos, pela formação da fé em comunidades religiosas místicas. Em matéria de religião, eu sou realmente o maior. Enfim, eu sou deus. O Deus do universo é um; eu, porém, sou o deus das religiões."

nephilins-anjos-caídos

Daimon 2

— Sou Enlil, ou também podem me chamar de Lúcius, conforme se referiam a mim no passado. Sou também Marduque, Moriat, Lilith e Baal; não importa como me denominam suas tradições. Sem nossa contribuição, seu mundo e seus habitantes ainda estariam arrastando-se sobre o solo do planeta. Somos o mal necessário. Somos os Eloins, aqueles que mudámos para sempre a face do planeta e formámos o homem do limo, dos elementos oferecidos pela Mãe Terra, conforme a chamavam os antigos iniciados. Somos a força que Tiamat conheceu e que forjou o progresso da sua civilização.

Auxiliamos a natureza a dar o salto que definiu o progresso . …fomos nós quem engendrámos povos e etnias, quem dividimos os homens em nações, quem criámos as línguas e demos origens às mais diferentes culturas. Aqui habitamos desde que em seu mundo havia apenas um supercontinente.

Antes que os oceanos se definissem, já visitávamos seu mundo; antes que surgisse a primeira roda, aí estávamos nós. Erguemos suas pirâmides e andámos entre os sábios do Nilo com o nome de .

Somos aqueles que estivemos lado a lado com vocês até o momento em que suportaram caminhar sozinhos pelas paisagens da superfície, quando formaram, então, seus redutos, a que chamam civilização. Fomos banidos de sua memória, e a lembrança de nossa raça subsiste em sua história apenas como uma lenda ou um mito. Somos os nefilins.

Eu sou o número 2, o senhor da guerra. Ao longo das eras, aprofundei-me nas artimanhas da política, no conhecimento das táticas de guerra. Auxiliei de perto Cipião, o Africano; inspirei as empreitadas de Alexandre, o Grande; sou eu quem estive, face a face, com Moisés em alguns momentos de suas vitórias e suas derrotas. Fui eu quem agi entre o Tigre e o Eufrates, no Eden, e forjei ali a civilização que deu origem aos povos da atualidade. Minha é a Terra e todo o sistema político e económico sobre o qual se assenta sua civilização. Meus ministros e minhas legiões se espalham em todas as latitudes, em todas os continentes e se infiltram por caminhos que vocês jamais sonharão.

Hoje, meus tentáculos se estendem pelos gabinetes dos governos da Terra.

Nossa marca está presente até na forma como seus governantes se cumprimentam, pois juntos executamos as ordens do maioral. Inspirando seus governantes, formaremos o governo único mundial e, assim, teremos seu mundo mais intensamente sujeito ao jugo dos poderosos dragões.

Precisamente neste instante, quando o mundo está às voltas com abalos na economia europeia, nem imaginam o tamanho do rombo que se alastra pelos países ao redor do globo, que tentam mascarar a situação dominando as notícias e os noticiários.

Entretanto, nós é que dominamos tudo e todos. Formigas, míseros insetos que são, existem para serem pisados e esmagados conforme convém aos soberanos. Não se apercebem de sua pequenez e insignificância ante o poder vibratório supremo.

Apesar e acima de tudo, dominaremos. Não obstante os avanços técnicos, a popularização da informática e o desenvolvimento da tecnologia, a ilusão criada e mantida por nós será o selo de dependência de toda a gente. Os governos, as corporações e empresas mapearão constantemente os indivíduos através de um simples e quase invisível selo; uma espécie de chip implantado em cada cidadão.

E isso não está nada longe de se tornar trivial. Nosso profeta já vive entre vocês; nosso representante não mais será um homem, porém uma organização, que falará em nosso nome, em nome de Deus, e se apresentará à cristandade com poder de deus, realizando milagres à vista dos homens mais simples e de fé menos exigente.

Um novo Golem está sendo preparado nos países do velho continente, e ele será levado ao poder através da indicação de diversos governos, e muitos povos ele dominará. E o anticristo caminhará novamente entre a população e estará conectado numa rede global com nossas ideias e nosso concílio.

Os missionários do pensamento progressista retrocederão ou farão pactos conosco, com nossas ideias; os seguidores do Cordeiro combaterão ainda mais tenazmente entre si; os espiritualistas se perderão em meio às tempestades emocionais desencadeadas pelos dramas coletivos, e a salvação será provida por nós.

forças-trevas

ATON — E por que vocês se expõem a nós dessa maneira, revelando seus planos? Não temem que possamos desmascará-los, levando a público o plano de domínio dos dragões? Não pensam no risco de anunciarmos ao mundo a sua artimanha, enfraquecendo-os?

O número 2, que se apresentou como Lúcius, entre tantos outros nomes, falou pausadamente, numa tentativa de demonstrar superioridade:

— Não tememos que isso ocorra, pois seus agentes encarnados não acreditam em nós. Na verdade, não acreditam nem sequer nas convicções que dizem professar, em sua doutrina e seus ideais, quanto mais em seres lendários, cuja existência, segundo aprenderam, não passa de uma invenção, uma alegoria fantasiosa criada para impressionar indivíduos de educação espiritual primária. Não tememos. Entretanto, mesmo na hipótese de nos levarem a sério, que poderão fazer contra um poder invisível e monstruoso, conforme provavelmente vocês nos definem? Nada! Rigorosamente nada!

Não restringimos nosso campo de ação a questões religiosas ou exclusivamente espirituais. Nossa influência — que norteia por completo sua humanidade há milénios! — incide sobre os sistemas de vida, a política cósmica e o paradigma de pensamento e existência. Em face disso, duvido que seus agentes no mundo físico consigam combatê-la. Eles próprios estão enquadrados no esquema dos daimons, lutam entre si, isolando-se uns dos outros com a ideia de que somente eles estão com a razão e doutrinariamente corretos. Por que temer aqueles que trabalham sem união?

Deuse-Anunnakis

Obs: Enlil, um dos deuses Anunaki da familia real, ambicioso que queria por completa destruir toda a raça humana no dilúvio, Enki, indo contra o juramento feito na Assembléia dos Deuses, tramou para salvar seu fiel seguidor, Ziusudra ("Noé"), projetando para ele um navio submersível que suportaria a avalanche de água. (Trecho do Épico de Gilgamesh)

Comentário Aquárius:

Perante a obra exposta, não houve um declaração formal do numero um, mais levando ao pé da letra estas informações, podemos supor que nada mais se pode fazer e que as esperanças estão contidas, mais lembremos que Satanás segundo o simbolismo bíblico significa o pai da mentira.

Não podemos nos deixar levar por estas ideias pessimistas de que nada se pode mais fazer, temos um luta árdua pela frente, estas forças opositoras representam as inferioridades humanas num contexto completo.

Para vencermos a besta, devemos combate-la primeiramente ela de dentro de nós, em nossas inferioridade pessoais e assim depois objetivamente em comunhão, nossos conhecimentos no bem para propagar o amor em todas assuas formas de manifestações, os trechos acima foram editados, para se fazer um postagem simples, e aconselho aqueles que querem se aprofundar no tema, a adquirirem a livro, e se surpreenderem depois com o enredo final da revelação.

Em meio ao enredo da história, um dos sete foi preso e levado por Miguel ao tribunal divino, sendo o poder dos dragões dividido, e estando incompleto, se prendendo ao principio bíblico que diz: toda casa que dividida, não subsistirá”.

Aguardando até o momento o expurgo planetário, sob o controle oculto das forças do cordeiro!

Fonte: A Marca da Besta de Robson Pinheiro


Postagens Relacionadas :

A Besta do Apocalipse - A Verdade !

O Número da Besta, a Imagem e Marca – Saibam as diferenças !

O Anticristo e o Oitavo Rei

Os Decaídos e a Linhagem Reptiliana Segundo os Espíritos

1 comentários:

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !