Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Atividades em aeroportos indica mudança nos pólos magnéticos da terra

Mudança nos pólos magnéticos da terra

Aeroportos-Mudana-Polos-Magnéticos

Por: Natasha Romanzoti

No início do ano passado, foi notado a mudança no pólo magnético norte da Terra que mudou o suficiente para que o Aeroporto Internacional de Tampa (foto), na Flórida, EUA, teve que redesenhar os números em suas pistas.

A pista principal do aeroporto esteve fechada até (13 de janeiro 11) para mudar as designações numéricas de cada extremidade, bem como a sinalização nas vias de circulação para a pista, e mais duas outras pistas mais tarde foram fechadas no final daquele mês para uma mudança de sinalização similar.

A pista era designada 18R/36L, o que indica o seu alinhamento de 180 graus de distância do norte e 360 graus de distância do sul. Agora, os números estão sendo revisados para 19R/1L (190 graus e 10 graus).

As mudanças são exigidas pela Administração Federal de Aviação americana, que quer que as denominações numéricas reflitam as posições magnéticas norte para o incremento próximo de 10 graus.

Durante décadas, o pólo norte magnético temmigrado do território ártico canadense em relação à Rússia. Essa mudança se acelerou nos últimos anos. Um gráfico canadense acompanha o movimento desde 1831 e aponta sua tendência até 2050. As estimativas atuais sugerem que o pólo está se movendo a cerca de 65 quilômetros por ano.

Os movimentos nos pólos magnéticos são causados pelo movimento de ferro fundido no núcleo da Terra, que serve como dínamo magnético do planeta. Os cientistas acreditam que os pólos magnéticos da Terra invertem-se a cada 400.000 anos, mais ou menos.

Os aeroportos geralmente mudam suas denominações de pista em poucas décadas, dependendo de como a inversão dos pólos sacodem numericamente. Por exemplo, o Aeroporto de Stansted na área de Londres renomeou sua pista de 23/05 para 22/04 em julho de 2009, para refletir a mudança magnética. Não antes de 56 anos o aeroporto terá de pensar em mudar esses números de novo.

A Nasa Nega Fim do Mundo por Inversões dos Pólos:

Em artigo publicado em seu site, a agência espacial americana afasta boatos que ligam a mudança do polo magnético a uma possível hecatombe global

Mudança-Pólos-Magnéticos

O planeta Terra visto do espaço: polo norte magnético 'viaja' 64 quilômetros por ano (Getty Images)

Num artigo divulgado pela da Nasa, agência espacial norte-americana, afasta qualquer possibilidade da mudança do polo magnético da Terra causar o apocalipse. Fonte de muitas teorias sobre o fim do mundo, essa inversão magnética não deve varrer os seres vivos da face da Terra ou mudar o eixo de rotação do planeta, diz o estudo. "Os registros fósseis não mostram nenhuma mudança dramática na vida de animais e plantas da época da última inversão", afirma o texto.

O polo norte magnético da Terra “viaja” a 64 quilômetros por ano e já está a 1.100 quilômetros ao norte do ponto em que pesquisadores o localizaram pela primeira vez, no século 19. A velocidade do ponto para o qual apontam as bússolas tem aumentado — era de 16 quilômetros por ano no início do século 20 — e deve levar a uma inversão dos polos magnéticos do planeta.

HECATOMBE MAGNÉTICA

Quem vê na inversão de polos um sinal do fim do mundo afirma que as mudanças no campo magnético no planeta vão arruinar a migração de espécies animais, expor a atmosfera à radiação solar mortal e mudar o eixo da Terra, levando o gelo dos polos a derreter, inundando os continentes.

Para os cientistas da Nasa, porém, isso não ocorrerá. A inversão de polos é regra, não exceção, afirmam eles, e já ocorreu diversas vezes desde que existe vida na Terra. Os dinossauros e nossos ancestrais hominídeos já passaram pelo evento, que ocorreu pela última vez há cerca de 800 mil anos.

Segundo a Nasa, o campo magnético do planeta pode até enfraquecer durante o processo de inversão, que pode durar milhares de anos, mas não irá sumir porque é fruto do movimento incessante do núcleo da Terra.

Para pesquisadores da Nasa, já não era sem tempo para que isso ocorresse, pois os campos magnéticos do planeta mudam a cada 200 ou 300 mil anos, mas já faz 800 mil anos desde a última mudança. Se alguém usasse uma bússola antes disso, o ponteiro não apontaria para o norte, e sim para o sul.

De acordo com os cientistas, o campo magnético da Terra — que ajuda a proteger os seres vivos da radiação solar — foi formado por que o núcleo do planeta, formado por uma parte sólida cercada por um mar de metais derretidos, cria correntes elétricas muito fortes. Essa eletricidade é a base do eletromagnetismo e o lugar para onde ele aponta varia ao sabor das mudanças das placas que formam o núcleo. Essas mudanças podem ser inferidas por meio de computadores que usam os dados do campo magnético.

A inversão dos polos magnéticos, ainda segundo a Nasa, não vai acontecer rápido. É um processo que dura centenas ou milhares de anos, período no qual o "polo norte magnético" deve aparecer em diversas latitudes. Por isso, segundo o artigo, não há nada que indique que as previsões para o fim do mundo em 2012, por exemplo, tenham relação com a inversão de polos. Quando ela ocorrer, conclui o texto, de maneira bem humorada, "pode significar a oportunidade de bons negócios para os fabricantes de bússolas magnéticas."

Comentário Aquárius

Bom, estás duas matérias são provenientes do ano passado, não bastamos aqui perceber uma certa contravenção nas duas, a NASA tenta negar, mais segundo as atividade em vários aeroportos, está mudança está ocorrendo rápido, ou talvez esteja relacionada aos fenômenos geológicos ocorrido em grande escala desde 2008.

A NASA apesar de seu conhecimento e poder, para mim sempre será limitada pelo teor não só científico e não preciso falar do lado espiritual das coisas né, pois geralmente a ciência se confronta com a espiritualidade.

Neste contexto, prefiro ainda mais a frente a tradições religiosas e esotéricas, bem como as revelações mediúnicas.

À mais ou menos 3 anos atrás, um asteróide de tamanho considerável passou entre a terra e a lua, e se tivesse caído na terra, teria causado tamanha catástrofe, para aqueles que acreditam nele ou não, Juscelino Nóbrega da Luz, já tinha previsto isto, e até mesmo a data, e acredito que na hora final, nossos irmãos do espaço, fizeram sua parte.

Mais fica-se aqui a pergunta, onde esta toda a tecnologia da NASA nesta época para prevê bem antes a vinda deste meteoro ?

Pois segundo as notícias da época, ela só percebeu sua presença, após passar bem já distante de nosso planeta.

Fonte:http://hypescience.com


Postagens Relativas:

Os Terremotos e a Mudanças dos Pólos

As Profecias de Edgar Cayce e Transição Planetária

Seis Bilhões de Mortos em 2012

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !