Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Karma, Dharma e a terminologia Espírita

karma-dharma-espiritismo

Méritos e Deméritos

No Budismo, Kamma ou Karma é a palavra para "ato" ou "ação", e nesse sentido usa-se a palavra em textos mais antigos para ilustrar a importância de desenvolver atitudes e intenções corretas. Considera-se que por gerar Karma os seres encontram-se presos ao Samsara, e, portanto a última meta da prática budista é extinguir o Karma.

Alguns movimentos esotéricos costumam falar em karma no sentido de "conjunto de deméritos acumulados" e em dharma como "conjunto de méritos acumulados"(portanto o contrário de karma).

Essa terminologia não é consistente com o uso tradicional das religiões orientais, principalmente porque Dharma significa ensinamento ou verdade em vez de mérito ou virtude. Outros adotam um conceito semelhante ao do Espiritismo. Na visão espírita cada ser humano é um espírito imortal encarnado que herda o karma bom ou mau de suas encarnações anteriores.

A Codificação Espírita

Allan-Kardec-conceito-karma

Embora Allan Kardec, sistematizador do espiritismo, não tenha usado em momento algum a palavra "karma" ou qualquer de suas variações, esta veio a ser mais tarde incorporada ao jargão espírita (1) por alguns espíritas, para designar o nível de evolução espiritual de cada indivíduo, ao qual se devem as circunstâncias favoráveis ou desfavoráveis que venha a encontrar.

A meta espírita em relação ao karma é portanto melhorar o seu nível para atingir estados evolutivos mais elevados. Note-se que este conceito de karma não corresponde ao sentido original do "Kamma/Karma" das línguas Pali e Sânscrito. Está mais próximo de significar "consequência kármica" ou "resíduo kármico", já que se refere não ao ato em si, mas às suas consequências.

A Verdade Superior

meritos-demeritos-karma-dharma-espiação-espiritismo

O Karma (karmam; em pali, Kamma) significa ação. O termo tem uso religioso dentro das doutrinas budista, hinduísta e jainista. Foi posteriormente adotado também pela Teosofia, pelo Espiritismo e por um subgrupo significativo do movimento New Age ou Nova Espiritualidade.

O Dharma ou Dhamma (Pali) significa Lei Natural ou Realidade. Com respeito ao seu significado espiritual, pode ser considerado como o Caminho para a Verdade Superior. O Dharma é a base das filosofias, crenças e práticas que se originaram na Índia.

O Conceito Espírita

1- O termo karma dentro do espiritismo foi empregado pela primeira vez nas obras do médium Edgar Armond por autores espirituais (espíritos) familiarizados com as culturas orientais, como no caso de Ramatis que segundo a opinião de muitos seria o autor e orientador de Armond.

Ramatis é um espírito que mais tarde por outros médiuns em suas obras expandiu muito o conceito universalista dentro do espiritismo, sua última encarnação foi na indochina, sendo um grande líder espiritual que desencarnou cedo.

Como não sendo uma palavra encontrada na codificação de Kardec, acabou sofrendo por muitos puristas a taxação da origens destas obras como fruto da interação com espíritos pseudo-sábios, más para outros uma palavra justa explicar os conceitos do mundo extrafísica.

Valter J.Amorim

Autor : Cris Wicca


Postagens Relacionadas:

Fé e Obras são as Regras do Evangelhos ?

A Teologia da Prosperidade e a sua maldição

Ramatís

Purismo Religioso e Purismo Doutrinário

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !