Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Jesus é Deus realmente ? – Saiba a verdade !

Jesus é Deus ou filho ?

Jesus-e-Deus-realmente

Jesus é Deus realmente mesmo, como pregam as religiões pseu-dos cristãs, ou o filho, ou do homem, ou é apenas o Messias prometido.

Hoje após dois mil anos de seu contato direto com nossa humanidade, as comunidades religiosas que receberam a missão de propagar seus ensinos entre os homens, ainda engatinham na concepção de sua natureza divina, o comparando Jesus á Deus (Pai, e Criador) !

Essa tradição se fez presente nas comunidades primitivas, assim como mais tarde no próprio seio da igreja romana, que tradicionou mais ainda essa visão, motivados por sua devoções a Maria, designada coma“A Mãe de Deus”, e que foi mais tarde também assimilado e difundido e é pelas denominações protestantes ainda hoje, pelo conceito da trindade pagã.

O Messías

Não terás outros deuses diante de mim” – Éxodo 20:3

Jesus-Messias-de-Israel

Para aqui refutarmos qualquer indução ou teoria sobre Jesus ser Deus, deixamos aqui o que dizia uma das profecias messiânicas do velho testamento que diz:

”E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade. ….. E ele permanecerá, e apascentará ao povo na força do Senhor, na excelência do nome do Senhor seu Deus; e eles permanecerão, porque agora será engrandecido até aos fins da terra.“ (Miquéias 5:2-4)

Como vemos sem distorce nada, apesar de que quando se prega uma idéia contrária as idéias das oligarquias religiosa que dominam o poder, como no caso deste tema, se cava a própria condenação, pelos ataques e acusações de heresia por muitos que sempre se disseram-se serem religiosos.

Portanto nossa crença está em franca concordância com a lógica, a razão e nas próprias escrituras ao qual muitos afirmam serem os únicos interpretes fiéis de sua linguagem.

Eu e o Pai somos Um

eu-e-o-pai-somos-um

As palavras de Jesus estavam cheias de uma filosofia baseada em mensagens figuradas e nos símbolos, e sobre este contexto ele afirmou que estava unido com Deus em sintonia de ideais e pensamentos, disseminado na mensagem “eu e o pai somos um”.

E sobre o discernimento das mentes sempre presas no primarismo das letras, se usou e ainda se usa a conclusão que por estas palavras, Jesus afirmava que era Deus literalmente.

A visão de união de sintonias em comunhão de pensamentos estava em vigência com o corpo doutrinário ou eclesiástico dos membros da igreja primitiva, por um conjunto unificado de uma só congregação e fé, bastamos só analisar as colocações de Paulo.

“Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros.” (Romanos 12:5)

“Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.” (1 Coríntios 12:12)

- E isso jamais pode ser tomada como uma visão exclusiva sua, pois o próprio Jesus foi pioneiro deste principio quando orava por seus discípulos em sua época.

“Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.” (João 17:22)

Jesus Cristo é o Senhor ?

Jesus-Cristo-é-o-Senhor

Claro que sim, sobe o contexto literal de tratamento hierárquico, pois o termo Senhorera usado para patriarcas familiares, reis, rabis e outros, para demonstrar respeito pelos conhecimento adquirido ou pela experiência por idade.

Assim Saul, Moisés e outros foram designados de Senhores, leiam ; (1 Samuel 22:12), (Números 11:28) (1 Reis 1:17) (João 9:36) (Lucas 14:23) e (2 Tessalonicenses 3:5).

Portanto é nisso que está outro equivoco humano na criação das tradições religiosas, no que diz a respeito a julgar as escrituras somente sob um teor literal unânime sem a analise cultural de um povo e suas tradições, como fizeram e fazem muitas desta religiões ainda.

Pelo simples fato dos apóstolos o chamarem de Senhor, se induziu e se induz mais essa visão distorcida de que o filho era o próprio PAI, O SENHOR Deus de Israel.

Jesus era um o Senhor sob seu contexto cultural e espiritual expandido, em relação ao das mentes ignorantes e limitadas de daquela época, assim como de toda nossa limitada humanidade terrestre.

“E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor.” (Lucas 2:26)

“E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.” (Apocalipse 11:15)

“E saiu da nuvem uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho; a ele ouvi.” (Lucas 9:35)

O Filho unigênito

Jesus-é-o-filho-unigênito

Jesus nunca afirmou categoricamente que era o filho único ou unigênito sobre si mesmo apenas se referiu em um parábola como “filho amado” (Marcos 12:6)

João em seu evangelho cita-o três vezes como filho unigênito, mais essa é uma colocação sua que mais tarde foi tomada como tradição assim como o próprio principio Maria mão de Deus. Jesus é filho de Deus assim com todos nós também somos, e a medida que nossa humanidade progride podemos entender mais a verdade principalmente pela liberdade da consciência ao qual possuímos hoje, coisa que seria impossível em certas épocas.

No ponto de vista espírita, Jesus é um espirito evoluído ao qual possui sua própria ascendência espiritual conquista por si mesmo, como todos um dia por nossos próprios méritos chegaremos ao mesmo estágio.É o governado espiritual do planeta terra, assim como existem outros em outros mundo dirigentes dos destinos de muitos seres colocados em suas tutelas espirituais, como guias de crianças destinadas também ao crescimento.

Portanto até mesmo afirmar que Jesus é o mesmo ontem hoje e sempre, é um erro, pois mesmo nestes dois mil anos, se progride. Coisa difícil de entender para as mais ínfimas mentes ainda presas nos mitos e nas tradições arcaicas religiosos.

Autor: Valter J. Amorim


Postagens Relacionadas:

Jesus era Vegetariano segundo relata alguns Espíritos

A oração pelos mortos e a Doutrina de Jesus

Jesus filho de José - portanto tem seu DNA

A Santíssima Trindade e suas Definições Através dos Tempos

O Velho Testamento foi abolido por Jesus ?

1 comentários:
  1. Jesus é o Senhor Jeová na posição ou função de Filho, ou seja Jesus e Jeová são a mesma pessoa, não duas pessoas diferentes.
    Mas os Trinitarianos dirão diferente com a providencial ajuda do Imperador Constantino.
    Uma pessoas tem muitas funções durante a vida: filho, criança, adolescente, aluno, adulto, soldado, pai, marido, empregado, medico, engenheiro, idoso, aposentado, síndico, policial, poreteiro, gerente etc... mas não são várias pessoas, ela é apenas 1 pessoa.
    Antigamente constava dos livros de História Geral q Constantino implantou a Trindade na Igraja Católica nos ano 325 no Concílio de Nicéia, a cúpula da Igreja Católica aceitou o q Constantino ordenou pois Roma doava Terras e outros bens valiosos para a Igreja já a muito tempo.

    A Igreja esperou 66 anos e no ano 381 no concílio de constantinopla fixou a Trindade como Dogna.
    E deu no que deu.
    Versões da Trindade nas eras:
    Babilonia: Ninrode, pai; Semiramis, mãe e Tamuz,
    Roma pagã: Marte, Jupiter, Quirino
    Roma Republica: Jupiter, Juno ,Minerva
    Trindade Romana preferida do povo: Mitra, Apolo e Cibele
    Hinduista: Brahma(não é o Lula), Vishu, Shiva
    Helenista: Zeus Maia Hermes
    Sumeria: Anu, Ea, Enlil
    .
    Como é fácil ver a doutrina da trindade é de origem pagã, não Bíblica.

    ResponderExcluir

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !