Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Levitação - O milagre mediúnico

levitação e o mediunismo

Levitação segundo o Espiritismo

No “Dicionário de Filosofia Espírita” (Edições Celd) assim define levitação: “Ato ou efeito de levitar. Fenômeno psíquico, anímico ou mediúnico, no qual pessoa ou coisa ergue-se acima do solo sem uma razão visível, apenas devido à força mental, de um encarnado ou desencarnado, que movimenta fluidos ectoplasmáticos capazes de produzir uma alavanca psíquica suficientemente forte para vencer a força da gravidade.

É um fenômeno de efeito físico. Elevação de um corpo no espaço, sem contato aparente, ficando suspenso, como se estivesse subtraído à ação da gravidade”. Kardec não conhecia o termo (pelo menos não usou dele uma única vez) e falava em Suspensão aérea dos “corpos graves”: de pessoas ou de coisas, portanto.

É o mesmo que Metarsismo e “Metatese Mágica”.

Levitação na História e Religiões

Padre Pio volitando empediu o ataque dos bombadeiros.

Em Bari, cidade da Itália, durante a II Guerra Mundial se encontrava a sede do Comando da Força Aérea Americana.

Um general comandante foi protagonista de um episódio miraculoso.

Esse oficial americano quis levar um esquadrão de bombardeiros para destruir um depósito de material de guerra alemão, que se localizava próximo a San Giovanni Rotondo, local em que Padre Pio residia.

E quando os aviões estavam próximos ao alvo, seus homens e ele viram no céu um monge com as mãos erguidas.

As bombas foram cair nos bosques. Pela mudança percurso dos aviões.

Padre Pio foi um dos monges cristãos com o dom da levitação.

Entrando na sacristia ele se achou de frente com vários monges entre os quais ele reconheceu imediatamente o monge que tinha parado os seus aviões: era Padre Pio.

Padre Pio caminhou ao seu encontro e ao chegar perto dele disse: "Então é você que quis matar todos nós."

- Este é apenas um relato da história cristã do catolicismo relacionados á milagres, mais existem caso de mais de 19 padres ou santo na história do catolicismo, que possuíam este dom da levitação.

São eles:

  • Santo Afonso de Ligório
  • Santa Catarina de Siena
  • São Francisco de Assis
  • São Francisco de Paula
  • São Francisco Xavier
  • Santa Gema Galgani
  • São Gerardo Magela
  • Santo Inácio de Loyola
  • São João Bosco
  • São João José da Cruz
  • São José de Cupertino
  • São Martinho de Porres
  • São Paulo da Cruz
  • São Pedro Claver
  • São Pedro de Alcântara
  • São Filipe Néri
  • Santa Teresa de Ávila
  • São Tomás de Aquino
  • São Serafin de Sarov

    Fonte: Wikepedia

    Levitação nos Evangelhos

    Jesus andando nas águas foi um exemplo clássico de levitação.

    Segundo os Evangelhos o processo mais real sobre levitação relatada pelos apóstolos está na passagem em que Jesus caminha sobre as águas, apesar de ser visto pelo lado sobrenatural, está patente aí também um caso de levitação humana.

    O apócrifo Actos de Pedro conta a história da morte lendária de Simão Mago. Simão está a executar magia no fórum, e para provar que ele próprio é um deus, começa a voar. O apóstolo Pedro reza a Deus para que páre o voo de Simão Mago, e este pára de voar em pleno ar e cai, partindo assim as suas pernas, ao que a multidão, previamente não-hostil, se revolta e o apedreja até à morte.

    O catolicismo está cheio de histórias de Santos que tinha o dom de voar, padres que são considerados santos, que possuíam este dom, dentre eles até mesmo é citado São Francisco de Assis.

    levitaçao de são Giuseppe é um dos casos de santos que voavam.

    Deuses da mitologia oriental e ocidental tinham a especial habilidade de voar. Entre os homens, alguns também se tornaram mestres nesta arte, como os Brahmans e iogues indianos que, se não voam de fato, conseguem erguer a si mesmos no ar através da técnica denominada levitação. Nos Vedas - escrituras sagradas e históricas da Índia, existe uma série de instruções sobre como obter o estado físico-psíquico necessário para erguer-se acima do solo desafiando a lei da gravidade.

    Infelizmente, o significado de muitas palavras e conceitos do antigo idioma indiano (senzar e sânscrito) perderam-se ao longo dos séculos tornando impossível a tradução de muitos trechos nos termos das línguas atuais. Entretanto, "levitadores" experientes afirmam que tanto na antiguidade quanto nos dias de hoje, os "Iniciados" foram e são capazes de se erguer do solo até 90 cm. A prática, porém, não se destina a impressionar curiosos; antes, faz parte de rituais religiosos.

    A arte da levitação ainda existe e pode ser observada na Índia e no Tibet. Muitos estudantes de tradições orientais mencionam o fenômeno dos "lamas voadores". A pesquisadora francesa Alexandra David-Neel, no início do século XX, testemunhou o fenômeno da levitação obtida por um monge budista, que ergueu-se a doze metros no ar sobre o platô de Cnan Tang.

    Além de levitar, o monge movia-se no espaço como uma bola de tênis mantendo os olhos fixos em uma "estrela-guia" que somente ele conseguia ver durante a experiência, que foi realizada em pleno dia. Também na Europa, a levitação é conhecida há muito tempo embora o método para obtê-la seja diferente dos empreendidos por Brahmans e iogues. Os monges europeus não passam por um treinamento especial para desenvolver esta faculdade mas conseguem flutuar quando alcançam um estado extremo de êxtase espiritual.

    A Levitação e a Bíblia

    O velho testamento é testemunha deste fenônemo, como no caso do arrebatamento de Enoch, e outras para claras deste fenômeno, que em muitos casos não se caracteriza-se pela vontade do médium, mais da atuação ativa externa dos espíritos, para realizar o fenômeno.

    “Então o espírito me levantou, e me levou; e eu me fui amargurado, na indignação do meu Espírito; porém a mão do SENHOR era forte sobre mim. E fui a Tel-Abibe, aos do cativeiro, que moravam junto ao rio Quebar, e eu morava onde eles moravam; e fiquei ali sete dias, pasmado no meio deles”. (Ezequiel 3:14-15)

    “E estendeu a forma de uma mão, e tomou-me pelos cabelos da minha cabeça; e o Espírito me levantou entre a terra e o céu, e levou-me a Jerusalém em visões de Deus, até à entrada da porta do pátio de dentro, que olha para o norte, onde estava o assento da imagem do ciúmes, que provoca ciúmes. “(Ezequiel 8:3)

    Já no novo testamento temos a referência;

    "E, quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco; e, jubiloso, continuou o seu caminho. E Filipe se achou em Azoto e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, até que chegou a Cesaréia" (Atos 8:39-40)

    - Como também o fato em que Jesus anda sobre as água são provas nítida do evangelho do fenômeno de levitação de corpos.

    Como vemos até aqui temos as referência real do fenômeno da levitação, fenômeno estes mal interpretados por muitos como provas cabíveis do que chamam de “arrebatamento”, na doutrina protestante, e que na lógica estas translações sempre se referiam na bíblia como mudança de lugares físicos á lugares físicos e não a lugares espirituais.

    Estes fenômenos se tornaram milagres na época da igreja, pelo aprimoramento moral da mente humana, e daí vemos as provas tão cabíveis como no caso dos “Santos Católicos” e em vários fenômenos semelhantes em épocas mais a frente.

    Na segunda metade do século 19, após o surgimento dos primeiros fenômenos espíritas demonstrados pelas irmãs Fox em Hydesville, N.Y., E.U.A., cresce o interesse do público pelos fenômenos de levitação produzidos por médiuns, tais como Daniel Douglas Home, Eusápia Palladino, Stainton Moses, Mrs. Guppy e Willy Schneider. Tornando patentico pelo estudo espírita os fenômenos espirituais em todas as épocas da humanidade, não como sobre-naturais, mais como faculdade natural do próprio espírito humano.


    Postagens Relativas:

    Mito do Arrebatamento de Corpos ao Paraíso

    A Doutrina do Arrebatamento e a Luta Contra o Espírito

    A Grande Tribulação, Arrebatamento e o Fim dos Tempos de Israel

    As línguas estranhas nas Igrejas Evangélicas Pentecostais e a Auto-Hipnose

  • 0 comentários:
    Postar um comentário

    Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !