Digite seu E-mail:

Assine o Feed

NASA confirma a existência de Nibiru em conferência e estaria atrás do Sol segundo alguns !

Confirma a existência de Nibiru  ?

NASA Confirma Nibiru

Em 29 de setembro de 2011. NASA realizou uma conferência para atualização de informações sobre o banco de dados de asteróides próximos da Terra em nosso sistema solar, seguido por Wide-field Pesquisa Explorador Infravermelho telescópio (WISE). Mas as coisas ficaram realmente interessantes quando em uma chamada telefônica perguntaram a NASA se podiam negar o perigo do Planeta X (Nibiru aka).

Minuto 4:12) Caller Telefone: " Você pode (...) assegurar às pessoas que o Planeta X não está vindo para cá no próximo ano ? Não só isso Amy Mainzer (Neowise Investigador Principal, JPL) não negou a sua existência , mas ela quase confirmou , depois de emaranhamento em explicações:

"Planeta X não está vindo para nos levar!" ela disse, basicamente, reconhecendo a sua existência. Após ter evitado a questão por algum tempo, ela continuou: "Nós pensamos que este (Planet X?) é só ... huh ... só uma espécie de" então ela entende o erro e tenta corrigi-lo, acrescentando: "Se há algo lá fora" e continuou "poderia ser um grande corpo em uma órbita aproximadamente circular!" O QUÊ??

Órbita Nibiru Planeta-X

Durante os anos 70 e 80, era comum para a NASA de mencionar a existência de um chamado 'Planeta X' e eles foram discutir abertamente as anomalias gravitacionais causados ​​por ele. Era chamado de "Planeta X", porque foi escondido para seus telescópios (anãs marrons são apenas visíveis no espectro infravermelho), mas matematicamente sabia que era em algum lugar perto.

Segundo eles, o Planeta X é a estrela irmã do nosso Sol, mas tem uma órbita elíptica em torno dele. Sem a resmungar a "correção" que ela basicamente diz:

" Planeta X não está vindo para nos ! ...  Nós pensamos que este é apenas uma espécie de ...; um grande corpo em uma órbita circular mais ou menos !;

Mas a pessoa no telefone empurra as coisas ainda mais, perguntando se há: "... qualquer coisa que você queria dizer sobre esse ponto ? " Amy Mainzer cai para a armadilha, mais uma vez e começa a falar sobre anãs marrons :

"Fomos capazes de confirmar a descoberta de 100 novas ... hein ... objetos que são essas estrelas muito legal chamado anãs castanhas e ... então ... isso é muito semelhante ao que ... né ... as pessoas estão interessadas em procurar, então ... nós já encontramos realmente alguns deles e estão relativamente perto da Terra. " E isso leva a sigla "sem uma resposta clara" (NASA) para um nível totalmente novo.

Não há como negar que a NASA está ocultando informações.

Veja mais:http://humansarefree.com/2011/09/nasa-almost-mistakenly-confirms-nibiru.html

Atualizando dados :

Nibiru compartilharia a mesma órbita da Terra e estária agora atrás do Sol.

O Dr. Valery Uvarov, diretor da Internacional UFO Network da Russia e membro da Academia de Segurança Nacional da Russia, faz um estudo desta nova visão sobre Nibiru, relatada em seu novo livro "Pirâmides".

Órbita de Terra e Nibiru

Regressemos ao Egito, ao Vale dos Reis. Vamos visitar a tumba de Ramsés VI, um faró da 20ª dinastia, durante o período do Reino Novo.

Vamos até dentro e abaixo, até a parte alta do nivel J, na parte central da parede direita.

Aqui está a imagem que nos interessa:

Ciclo Solar e o Egito

Um fragmento do Livro da Terra, parte A, cena 7, da tumba de Ramsés VI no Vale dos Reies.

Esta imagem contêm várias camadas de informação mas nos centraremos, no momento, no principal. A figura no centro da composição está coberta com tinta amarela. Goteja sêmen de seu falo na cabeça da pequena figura humana. Que associações traz a sua mente ? Os egiptólogos pensaram o mesmo.

A figura no centro é o sol, por isso a cor amarela dourada de seu corpo. O falo e o sêmen fazem alusão à concessão da vida! Veja mais uma vez, atravessando o centro da figura existe uma linha curva, que é uma órbita. Passa pelo terceiro chakra (plexo solar), que é uma indicação direta do número da órbita. Dois planetas se mostram nesta órbita: um na parte frontal da figura, e o outro atrás.

Esta composição indica claramente que na órbita da Terra (a terceira desde o Sol) dois planetas estão em movimento: a Terra e outro corpo. O Sol olha para a Terra, o tamanho (massa) da qual é menor que o tamanho do planeta que está atrás do Sol. Está situado diametralmente oposto a nós, atrás do Sol. Pelo que não podemos vê-lo! É evidente que os egipcios estavam tratando de estabelecer a perpetuação da informação obtida dos Neferu. Portanto, não só sobreviveu nas paredes de tumbas no Vale dos Reies, como tambem na cosmogônia Pitagórica de Philolaus, quém afirmou também que atrás do Sol (ao que chamou de "Hestia" – o lar) havia um corpo similar ao nosso proprio planeta: a Contra-Terra.

Nibiru Atrás do Sol

O corpo em forma de meia lua que aparece atrás do Sol, é o décimo segundo planeta que carecia de uma imagem elegante e estável da estrutura do Sistema Solar que concordara, entre outras coisas, com os textos antigos. Os sumérios, por outra parte, alegaram que era desde o décimo segundo planeta do Sistema Solar que "os deuses do céu e da Terra" descenderam à Terra. Cabe destacar que a localização deste planeta em nossa órbita atrás do Sol, o coloca no âmbito favorável á vida, em contraste com o planeta Marduk (de acordo com Zecharia Sitchin), cujo período orbital de 3.600 anos vai muito além da órbita do "cinturão da vida" e os limites do Sistema Solar, impossibilitando a existência de vida.

A distância desde a Terra a a Contra-Terra é tão grande que, tendo em conta o tamanho do Sol e os efeitos que produz, um grande corpo celeste pode de perder no espaço atrás do Sol, invisível durante longos períodos de tempo. O sistema Terra – Sol – Contra-Terra. A área invisível atrás do Sol é igual a 600 vezes o diâmetro da Terra.

A distância media desde a Terra ao Sol é de 149.600.000 km, e a distância desde o Sol à Contra-Terra é a mesma, ja que está na órbita da Terra atrás do Sol. O diâmetro do Sol é 1.390.600 km. ou 109 diâmetros da Terra (o diâmetro equatorial é de 12.756 km). Se somarmos a distância desde a Terra ao Sol e do Sol para a Contra-Terra, tendo em conta o diâmetro do Sol, temos uma distância total da Terra para a Contra-Terra de 300.590.600 de km., ou 23.564,6 vezes o diâmetro da Terra.

Nibiru Marduk Absinto Herculóbus

Sobre este ponto podemos concluir que tanto os egípcios como babilônicos e maias, se baseavam em tradições de uma mesma fonte histórica primária.

O telescópio espacial SOHO, que constantemente fotografa o Sol, está próximo da Terra e assim não pode, em principio, ver o planeta atrás do Sol, a menos que mude sua posição uma vez mais, como o fez a fins de 1600 devido às poderosas tormentas magnéticas do Sol.

Aqui está o que o astrofísico Kirill Butusov têm a dizer: A presença de um planeta atrás do Sol e o comportamento racional de determinadas forças associadas com ele, são indicadas mediante cometas inusuais dos que existem uma boa quantidade de informação acumulada. Estes cometas ás vezes vão para trás do Sol, mas não saem de novo, como se fossem naves espaciais.

A Terra não gira ao redor do Sol

"Dr Bhat escreveu um livro que explica o porquê da Terra não girar em torno do Sol. w w w f e a n d f t . com O nome do livro é Helical Helix e dá pra baixar nessa página e ler de graça. Muito bom." A Terra não gira ao redor do Sol, portanto, não sabemos o que há do outro lado. O físico Paul Laviolette, foi agraciado pelo Senado norte americano, devido a suas pesquisas que desde o final da década de '70, mostram que o sistema solar, se dirige para o centro da galáxia, ou seja, o Sol está se movendo, e levando os planetas junto.

Conclusão: Nibiru da "A Bola de Redenção" anunciada pelas aparições marianas, "O Hercólubus" de Nostradamus ou "O Purificador" ou "A Katchina Vermelha" dos indios Hopis.

Seria o causador de desastres ao nosso planeta a cada 3.600 anos.

Nesta nova perspectiva de Nibiru que estaria atrás do Sol e não podemos vê-lo devido ao ângulo de observação. isto explica sua ocultação, e meio a nossa tecnologia.

Bastamos aqui comentar que está visão particular acima, também denota de muitos ufólogos, que acreditam na vida física, existem neste planeta, que seriam os chamados ANUNAKI.

Segundo a visão revelada por Ramatís, a própria ciência só dará conta de quando estiver adentro de nosso sistema solar, já tarde de mais. E o calculo encontrado pela ciência arqueológica de 3600 anos estaria errado, segundo RAMATÍS, e deixarei aqui a visão REAL segundo este espírito sobre a visão apocaliptica relacionado á este astro.

Vejam: O Astro Intruso – Segundo RAMATÍS


Postagens Relacionadas :

Mensagem em Crop-Cícle Sobre 2012 e Nibiru

2012 & Nibiru confirmados em Crop Circle ! (video aquárius)

2 comentários:
  1. Se esse hipotético planeta existe realmente, ao passar entre o sol e a terra, creio que as catástrofes seriam mais devastadoras para ele do que os demais planetas em órbita do sol, inclusive o nosso.

    ResponderExcluir
  2. A verdade está sendo colocada aos poucos por meio da comunidade científica e religiosa. Devo salientar que, trata-se de uma pequena parcela da comunidade científica e religiosa. O restante, por um lado defende os dogmas criado por meio da fé, irredutíveis. A outra, pensa reter o conhecimento sabendo-se que é as recentes descobertas abre apenas um dos muitos leques não só da origem da raça humana quanto do universo que nos cerca. Para contribuir, a população global em si, mantêm-se ocupados com coisas supérfluas e abstratas afastando-os dos seus reais motivos de existirem.

    ResponderExcluir

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !