Digite seu E-mail:

Assine o Feed

São Francisco de Assis

O Santo de Assis

São-francisco-Assis

São Francisco de Assis nasceu entre os anos de 1181 e 1182, na cidade de Assis, Itália. Seu pai, um rico comerciante de tecidos. Francisco, jovem e rico, era alegre e aproveitava as noites e as festas, estando sempre presente em banquetes e serenatas pela cidade.

Fascinado pelas histórias de cavalaria, em 1202 alistou-se como soldado na guerra que desenvolvia contra Peruggia, encorajado pelo pai e pelo desejo do jovem de obter fama e mais dinheiro. Porém, a guerra não saiu muito bem. Foi tomado como prisioneiro e assim permaneceu por meses, até conseguir sua libertação.

O Médium de Assis

São Francisco possuía uma mediunidade bem aflorada, pois segundo historiadores, ele estava sempre com constantes visões e transes, e segundo alguns devido a isto, em várias circunstâncias envolvido por obsessões de origens negatívas.

Em 1205 participa do exército que lutava contra Frederico II, incentivado por um sonho que tivera.

Nele apareceu-lhe alguém chamando-o pelo nome e levando-o a um rico palácio, onde vivia uma linda donzela, e que estava cheio de armas resplandecentes e outros apetrechos de guerra. Indagando de quem eram essas armas esplêndidas e o palácio magnífico, foi-lhe respondido que tudo aquilo era seu e de seus soldados.

Animado com a perspectiva de glória, pôs-se a caminho, mas no trajeto teve outro sonho, ou uma visão, onde ouviu, uma voz a dizer:

“Quem te pode ser de mais proveito? O senhor ou o servo? Como Francisco respondesse: 0 senhor, ouviu novamente a voz: Então por que deixas o senhor pelo servo e o príncipe pelo vassalo?. Confundido, Francisco disse:

- Que queres que eu faça?, e a voz replicou:

- Volta para tua terra, e te será dito o que haverás de fazer. Pois deves entender de outro modo a visão que tiveste”

E um dia na Igreja de São Damião, pareceu-lhe ouvir de um crucifixo a vós de Cristo dizer-lhe: - "Francisco, restaura minha igreja, ela está um fiasco."

francisco-assis

A Renúncia de Assis

Tomando no sentido literal as palavras que ouvira e vendeu mercadorias da loja de seu pai para reformar essa igreja.

Como resultado, seu pai repudiou-o e deserdou-o. aos 25 anos, Francisco aceita a decisão do pai e renuncia definitivamente os bens paternos.

O jovem saiu de casa, sem dinheiro algum, para unir-se à "Irmã Pobreza", quando passou a viver a verdadeira vida apostólica e a pregar o ideal religioso para os fieis pobres da sociedade medieval.

Fundou a Ordem dos Frades Menores e a Ordem Terceira, que tinha como sede a Capela Porciúncula de Santa Maria dos Anjos, perto de Assis, Recusavam posses, conhecimentos humanos e mesmo promoção eclesiástica .

Certo dia saiu em um passeio pelos campos nos arredores, e ao penetrar em uma clareira ouviu o som do sino que os leprosos, proscritos pela sociedade, deviam usar para indicar a sua aproximação, e logo se viu frente a frente com o homem doente. Fazia frio e o leproso tinha apenas trapos sobre o corpo. Francisco sempre sentira repulsa dos leprosos, mas nesse momento desceu de seu cavalo e cobriu o homem com seu próprio manto. Espantado consigo mesmo, olhou nos olhos do outro, e viu sua gratidão, e enquanto ele mesmo chorava, beijou aquele rosto deformado pela moléstia.

A Vida na Pobreza

Com relação a vida de pobreza, a sua opção resultou do desejo de ser livre para seguir (diferente de imitar) o Mestre. Seu pensamento se traduzia assim: Cristo fora pobre, e assim os irmãos também o seriam, e ela devia ser entendida por todos os seus companheiros não só como uma disciplina de ascetismo em si, mas como fonte de verdadeira graça e alegria.

Como Cristo recomendara a seus apóstolos, o uso da frase "Que a paz do Senhor esteja nesta casa", usualmente Francisco costumava iniciar e terminar suas prédicas com a proclamação da paz. A seus próprios seguidores

A saudação Pax et bonum (Paz e bem), que usava frequentemente, se tornou mais tarde o lema da sua Ordem e também da cidade de Assis.

Nesse período inicial, teve uma revelação do futuro brilhante de sua Ordem, e ao mesmo tempo das provações que estavam pela frente.

Os Milagres de Assis

o-lobo-e-sao-francisco-de-assisEm sua ordem tentou frustramente evangelizar os sarracenos na Síria, mas não conseguiram chegar ao seu destino e acabaram voltando, Durante a viagem de navio, conta a tradição que o santo fez o milagre de pacificar uma tempestade e de multiplicar a comida dos marinheiros, em Ascoli curou enfermos e fez muitas conversões, em Arezzo os arreios de um cavalo que ele havia tocado curaram uma mãe em perigoso trabalho de parto, em Narni curou um paralítico, em San Gimignano expulsou demônios, e em Gubbio pacificou um lobo que assolava a região, entre muitos outros prodígios.

O Santo Francisco

Sua fama como santo já se espalhava, e recebeu em doação o monte Alverne para que erguesse ali um refúgio para os irmãos.

Durante uma dessas meditações, em 14 de setembro de 1224, no dia da festa da Exaltação da Cruz, Francisco viu a figura de um homem com seis asas, semelhante a um serafim, e pregado a uma cruz, e à medida que continuava na contemplação, que lhe dava imensa felicidade mas era sombreada de tristeza, sentiu se abrirem em seu corpo as feridas que o tornaram uma imitação do próprio Cristo crucificado. Foi, dessa forma, o primeiro cristão a ser estigmatizado, mas enquanto isso lhe trazia alegria, sendo um sinal do favor divino, foi-lhe motivo de muito embaraço e sofrimento físico. Sempre tentou ocultar os estigmas com faixas e seu hábito, e poucos irmãos os viram enquanto ele viveu.

Seu Desencarne

Em 1225, sua condição se deteriorava diariamente, e ditou seu Testamento. Melhorou então, e viajou para um eremitério, mas ali piorou novamente, e foi levado para Assis, hospedando-se na casa do bispo em meados de 1226. Pouco depois, pediu para ser levado à Porciúncula, para que pudesse morrer entre os irmãos. Sentindo a morte próxima, solicitou a uma amiga romana, a nobre Jacopa de' Settesoli, que trouxesse o necessário para seu sepultamento.

Foi despedir-se de Clara e das irmãs em São Damião e voltou à Porciúncula, deu instruções para ser sepultado nu, e no por do sol de 3 de outubro de 1226, depois de ler algumas passagens do Evangelho, faleceu rodeado de seus companheiros, nobres amigos e outras personalidades.

o-desencarne-de-são-franscisco

Foi enterrado no dia seguinte na igreja de São Jorge. Menos de dois anos depois, o papa Gregório IX foi pessoalmente para Assis para canonizá-lo, o que aconteceu em 6 de julho de 1228 com grande pompa. Em 1230 foi inaugurada uma nova basílica em Assis, que recebeu seu nome e hoje guarda as suas relíquias e abriga o seu túmulo definitivo.

São Francisco foi e é um exemplo para muitos e admirado até hoje por muitos, dentro de vários cultos cristãos, que veêm nele a humildade, o amor e renúncia, para uma servidão fiel e simples em Deus.

Admirado até por muitos intelectuais, filósofos, o próprio Dante Alighieri disse que ele foi uma "luz que brilhou sobre o mundo", e para muitos ele foi a maior figura do Cristianismo desde Jesus.

Pois Francisco se distanciou de seu tempo a medida que dava um tratamento diferenciado aos rejeitados pelos membros da Comuna e pela Igreja. Enquanto estes, apoiados na nova legislação canônica, excluíam leprosos, homossexuais e hereges (muçulmanos), Francisco proclamou a presença de Deus em todas as criaturas e se transformou no trovador de uma nova alegria.

Sua atitude foi original também quando afirmou a bondade e a maravilha da Criação, quando se dedicou aos mais pobres dos pobres, e quando amou todas as criaturas chamando-as de irmãos.

Fonte: Wikipédia


Postagens Relacionadas:

A Caridade de São Francisco para com os Pobres

Pietro Ubaldi o apóstolo redivivo

Os Essênios e a verdade oculta do cristianismo

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !