Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Servos a Cavalos, e os Príncipes como Servos

servos-a-cavalo

Servos a Cavalos, e os Príncipes como Servos

Todas as verdades espiritual descritas e ensinadas em várias épocas da humanidade por diversos mestres, sempre possuíam seus significado simbólicos diversificados para varias formas de intepretações exatas, no caso das profecias, com seus significados temporais, e moral.

Um exemplo é esta passagem de Eclesiaste: "Vi os servos a cavalo, e os príncipes andando sobre a terra como servos." Que pode representar a visão holográfica revelada, mostrando o declínio  ascensão do ser através das diversas encarnações, pois passa sempre da riqueza á pobreza, experimentando várias experiências, para o seu aperfeiçoamento, mais também a realidade do aqui e agora que representada pelas falsas imagens, por uma certa inversão de valores, ou posições e etc.

Baseado neste principio (inversão de valores)vou ditar aqui uma mensagem bíblica, que encontrei na rede e que exprime está visão, dando-nos o exemplo sobre a humildade espiritual: 

humildade-de-jesus

(Eclesiastes 10:7) Este texto é um dos que mais reverberam inside meu coração. Muitos receberam cargos e representações, posições de autoridade, de honra, de nobreza, sem possuírem a legitimidade. Muitos desonraram diversas vezes sua posição real, através de seus atos, SEJAM OS TAIS DE presunção; de imoralidade; de exibicionismo; SEJA PELO EXERCÍCIO DE sua insensibilidade ou de sua falta de humildade. Nas nossas igrejas vemos todos os dias essas cenas se repetirem.

Homens que receberam autoridade, investidos de cargos ou de posições, mas que não possuíam as premissas que esperávamos deles. Portadores de cargos, mas sem a sabedoria necessária, gente com posição, mas sem a Autoridade do Espírito. Tais como supervisores de escolas bíblicas sem revelações de Deus, ou pregadores sem Poder, ou ministros sem unção, ou administradores sem amor. Gente querendo ser honradas, agraciadas de elogios, gente necessitando aplauso, reconhecimento, bandeiras tremulando.

Gente agindo de modo vão, ridículo, contrário à natureza da nobreza que deveriam demonstrar. Servos a cavalo. Não possuem as insígnias, não são possuidoras VERDADEIRAMENTE daquilo no qual se assentam. Parecem príncipes, mas não são. Parecem ter o pastorado. Parecem ser profetas. Parecem ser adoradores. Parecem ser cantores ungidos. Parecem ser evangelistas. Mas não são. Tem o cargo. Mas, neles, é só um título. O cavalo não lhes pertence. Muitos caminharão sem reconhecimento em nossas denominações, homens e mulheres de Deus, que possuem as INSÍGNEAS reais, possuem ministérios verdadeiramente ungidos, deixando marcas espirituais na sua passagem.

Mas não possuem os cargos. Não possuem os nomes. Chegam muitas vezes sem serem percebidos, mas deixam marcas nos corações de muitos. Suas orações operaram milagres. Suas pregações, suas palavras, eram cheias de um cheiro celestial. Quando entram num culto, mudam sua temperatura. Quando abraçam, o fazem cheios de amor verdadeiro. Não lhes fazem festas de aniversários. Poucos telefonam quando adoecem. Não lhes festejam, e quando se vão, não haverá festa de despedida. Só a lembrança nos corações de muitos que os ouviram, que riram com eles. Que aprenderam. Que foram consolados. Que foram abençoados.

Eles caminham sobre a terra, contudo não são reconhecidos como príncipes. São tidos como servos. Somente servos. Que você que hoje anda a cavalo, reconheça os príncipes quando com eles se encontrar. E que você viva e morra, não como um servo. sim como um príncipe que hoje cavalga. cavalgando como se fosse um servo, que caminha a pé.

Fonte: wellcorp.blogspot.com


Postagens Relacionadas :

Inversão de Valores (O Normal e o Natural)

Purismo Religioso e Doutrinário

A Visão Espírita Sobre a Besta do Apocalipse

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !