Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Os Sete Corpos Sutis

Os Sete Corpos

Corpos Sutis ou sete corpos

Os corpos da espiritualidade são dimensões muitos sutis das quais temos normalmente pouca consciência e às quais acessamos em estados de interiorização e silenciamento intensos, através de práticas meditativas, contemplativas, de auto-centramento e, às vezes, através de drogas que alteram o estado de consciência. A porta de acesso a tais dimensões são todas as práticas que nos permitem contatar o inconsciente.

Os corpos da personalidade são mais densos e nós temos mais consciência da movimentação deles. Eles constituem o complexo bio-psíquico que o Ser utiliza para experimentar o sentido do sentir, já que a energia precisa corporificar e adquirir forma e emoção para entender o sentir. Entramos no mundo casando energia cósmica com energia material.

Corpo Celestial, Corpo Austral e Corpo Causal são os corpos da espiritualidade e definem o SER ou o EU SUPERIOR, a essência.

O Corpo Celestial repete a vibração cósmica, faz a ligação do Cosmos com o homem, tudo que está dentro está fora, assim como em cima, em baixo, assim como nos céus, na Terra. Tem a memória de todo o processo evolutivo da energia e do Cosmos.

O Corpo Austral tem a memória da nossa humanidade, do nosso Sistema Solar, do tipo de evolução que a nossa humanidade e o nosso sistema busca. Tem a memória coletiva da humanidade como um todo.

Até os corpos Celestial e Austral nós temos a consciência cósmica e a consciência coletiva (inconsciente coletivo e arquetípico). Até estes corpos nós somos indiferenciados, mais num nível quantitativo do que qualitativo.

É no Corpo Causal que temos a memória da nossa história individual, é neste corpo que nós diferenciamos qualitativamente a nível do grau de evolução individual, do percurso experencial pessoal. No Corpo Causal temos o registro do nosso percurso, registros que nos possibilitaram a evolução num nível individual, transformando nosso karma. Nesse nível podemos contatar a história da nossa alma.

Os corpos Emocional, Etérico, Mental e Físico são os corpos da Personalidade. O Corpo Emocional ou Astral é o corpo que mais tem proximidade com os corpos da espiritualidade, pois ele vive a sensação. Não podemos tocá-lo, mas através dele nos sentimos internamente, sentimos a vibração. Ele vive a emoção, lida e processa todos os sentimentos.

O Corpo Mental faz o reconhecimento e a tradução da vibração emocional. Ele tem a memória dos códigos que nos permitem entender conscientemente que tipo de vibração está acontecendo no nível emocional. Ele nomeia. Dá nome à vibração emocional. Enquanto a vibração é emocional, nós não temos consciência dela, é o corpo Mental que reconhece, identifica e nomeia a emoção.

O Corpo Mental é o grande tradutor. Ele contém a Intuição, a Razão, o Conhecimento, a Racionalidade e o Intelecto.

A Intuição acessa a consciência cósmica;

A Razão abstrai e idealiza, faz o entendimento.

O Conhecimento dá à Razão a possibilidade de movimentação, de traduzir símbolos e isso completa a nossa Razão. O Intelecto trabalha questionando, analisando, elaborando e aprendendo dados e a Racionalidade analisa, justifica, faz o pensamento lógico-dedutivo, concreto.

Quando todas as funções do Corpo Mental interagem, temos uma funcionalidade mental sadia, mas se o Racional se sobrepõe, domina, vamos estressando e cansando a mente, reduzindo a capacidade de intuição, percepção sutil e entendimento real. O Mental permite ou não a liberação dos impulsos. O Mental sadio faz com que o indivíduo possa ter uma consciência mais “consciente", um entendimento dos impulsos que estão sendo mobilizados internamente.

O Corpo Etérico é um campo energético, constitui um campo vital que sustenta os tecidos físicos. Ele consiste numa teia de linhas de força sobre a qual se modela e se firma a matéria física dos tecidos do corpo. Ele tem a mesma conformação do corpo físico. É também chamado de Duplo Etérico porque preenche tanto o interno quanto o externo do corpo.

Quanto mais se projeta ou quanto mais se internaliza, mais sutil ele se torna. É percebido a uma distância de 2 a 3 cm do corpo onde ele é mais denso. Ele faz a ligação dos corpos e além dos corpos. Ele não permite descontinuidade, forma uma teia de canais que intermeiam e interligam todo o universo.

É através do Etérico que movimentamos os processos telepáticos e a cura pelas mãos. Ele transporta todas as informações, conhece todos os endereços. Nós todos estamos ligados através do Etérico. Ele não permite vazios, interliga o indivíduo aos seus corpos e ao universo e movimenta todos os impulsos internos. Ele não tem função autônoma, é dirigido pelo Corpo Emocional e pelo Corpo Mental, ficando passivo ao comando.

O Corpo Físico é a materialização das vibrações dos outros seis corpos. Ele responde, é o produto de toda movimentação dos outros corpos. Tem um nível de densidade que nós podemos localizar com nossos cinco sentidos. Ele tem a função de viabilizar, concretizar, expressar um impulso que foi movimentado pelos corpos sutis.

Através do corpo Físico nós temos a capacidade de realizar, de fazer. Ele concretiza a experiência e libera a energia. Dos sete corpos, o primeiro que adoece pelas nossas dificuldades é o Corpo Emocional, em função de uma inibição do Mental sadio e o último a adoecer é o físico.

Autora: Nereida Fontes Vilela

Fonte: Curso de Leitura Corporal


Postagens Relacionadas:

A Bíblia e a Vida Após a Morte - Como Negar as Evidências ?

Corpo Etérico ou Duplo Etérico

A carta do profeta Elias ou uma psicografia dos tempos bíblicos ?

O mito do Arrebatamento da Igreja em corpos físicos ao Paraíso

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !