Digite seu E-mail:

Assine o Feed

O Astro Intruso segundo o espírito Ramatis

astro-intruso-segundo-ramatis

O Astro Intruso por Ramatis

Os Fins de ciclos causam polêmicas e especulações em diversos setores religiosos, até mesmo místico e esotérico dão também suas próprias idéias sobre o fim. E perante a muitas especulações modernas se fala de uma só coisa;  Níbírus, Hercólubus, Absinto ou Marduk.

O Espiritismo por si não poderia ficar de fora deste tema, pois ele mesmo foi o pioneiro da espiritualidade moderna, sob a edge das revelações espirituais a comentar sobre este astro que sempre fecha e fechou vários os ciclos que a humanidade sempre atravessou em sua caminhada.

A Transição Planetária

De acordo com algumas correntes exotéricas, a terra passará uma mudança radical em sua composição física e espiritual, transmultando-se para 4° ou 5°dimensão como acreditam muitos, processo chamado de “transição Planetária”, idéia entendida pela maioria dos espíritas de mudança de mundo de provas e expiações, para mundo regenerativo.

espírito-mestre-ramatis

Segundo Ramatis o planeta terra foi construído pela espiritualidade, dentro dos desígnios divinos da evolução, sua finalidade é e sempre será até sua extinção, a de abrigar um plano de provas e expiações.

A terra não está programada para ser um paraíso como muitos até então imaginam para ela, ou seja os homens devem desvincular a idéia de evolução material e evolução espiritual. Para atingir estágios mais elevados, os espíritos precisam migrar para outros orbes (planetas)de dimensão diferente, não ficando mais na Terra. Entretanto, se aqui permanecem é porque ainda não conseguiram transmutar em seus duplo-etéreos as imperfeições mais graves trazidas de encarnações anteriores, na própria Terra ou em outros planetas.

Influências

Desde a década de 50 que as vibrações do astro intruso estão chegando ao planeta, aumentando ano a ano. A previsão sobre a chegada dele no final do Século XX dizia respeito ao início do estágio mais forte da carga magnética que ele impõe. Por isso, ocorrem e ocorrerão tantos desastres naturais, guerras, conflitos armados e violência generalizada durante o século XXI e na primeira metade do século XXII com fortes desastres naturais. Nosso século atual marca o grande início da Batalha do Armagedom. A vibração etérea do astro intruso já está na Terra.

Planejamento Espiritual e Cíclico

Tudo é planejado pela espiritualidade, conforme a experiência sobre planetas de expiação como a Terra. Pois os avanços tecnológicos não são usados pelos homens para o seu bem estar ou a frutificação da paz e da evolução do espírito. No caso dos artefatos atômicos com fins bélicos é um exemplo. O avanço tecnológico vai sendo utilizado pelo homem como ponta da indústria militar, e cada vez armas mais destruidoras são fabricadas.

armagedom-explosão-nuclear

As experiências realizadas colocam não somente o plano denso do planeta em perigo, como trazem graves problemas para o campo etéreo. Com a continuação, os homens fariam o papel do astro intruso de um modo muito mais catastrófico, pois destruiriam por completo a Terra, não restando sobreviventes após a ondas de radiação e de destruição química. Os desastres naturais provocados pelo astro intruso ainda permitem que sobreviventes reconstruam a nova humanidade.

Sinais

Os anos finais serão deste ciclo serão reconhecido pelo aparecimento em massas de corvos, que aparecerão por todo planeta de forma discreta, e, depois em reprodução crescente, devido ao desequilíbrio ecológico do planeta. Por isto seria este animal em muitas culturas ser um pressagio de morte e renovação !

Ciclos Cataclísmicos

Segundo algumas heranças esotéricas, o sistema solar segue um ciclo que compreende á um calculo de 25.920 anos tendo dois períodos cataclísmicos de 12.960 anos, isso deixado pelos Maias e Egípcios.

De acordo com Ramatís, o ciclo correto seria de 26.664 anos, correspondendo por duas passagens orbitais de períodos cataclísmicos de 13.332 anos e quatro passagens periódicas do astro intruso pelo nosso sistema solar de 6.666 anos.

ciclo-cosmico-cataclisma

Pode ser que a passagem do astro siga um ciclo independente, com seus encontros cataclísmicos diferentes, por isso não coincidindo com a data de 2012, ou também possa ser que a data de Ramatís esteja correta e que talvez até a entrada da era de aquário e para o próximo cataclismo ainda seja para o próximo século, nos dando ainda uma folguinha ? Bom neste ponto aí vai da própria interpretação que cada pode fazer né.

ciclo-cosmico-cataclisma-independente

Ciclo Independente

Levando em conta que no astral a contagem do tempo é bem diferente, pois os espíritos vivem fora do tempo como se sabem os espíritas, pois segundo algumas entidades a terra já teria até já entrado na era de aquário, para se calcular talvez a data correta da nova passagem do astro seria até difícil mesmo levando em conta alguns fatores ?

Ramatis não especificou datas, pois isto geraria ainda mais psiquismo negativo coletivo. agravando ainda mais a energia negativa (karma Coletívo) em que o planeta se encontra, mais diz que os avisos do astro intruso chegam sempre com muita antecedência, em geral de 150 a 200 anos, sabendo que estamos sendo avisados desde a década de 50 sobre este planeta, possivelmente ainda temos um 100 ou 150 anos de civilização na terra para evoluirmos e repensar sobre nossas atitudes perante a nós mesmos .

Nibiru-ramatis

A Chegada

Aproximando-se do planeta poderá ser visto posteriormente a olho nu como uma imensa estrela. Entretanto, quando tangenciar a órbita terrestre, apresentará forte capacidade refletora, dada a sua consistência químico-física, fazendo com que seja observado no Céu como uma espécie de segundo Sol, como um cometa flamejante até o confundirão com uma segunda lua muito brilhante e finalmente pensarão ser um cometa caindo do céu.

O Apocalipse

Segundo Ramatis quando o “Astro Intruso” passar pela Terra provocará a mudança de eixo, a órbita atual da terra hoje é de 23º27’. Depois da desinclinação as referências presentes deixarão de ter sentido, inclusive com a mudança radical do pólo magnético. O nascer e o por-do-sol obedecerão a novas posições, e as estações do ano terão épocas diferentes.

A Terra receberá forte vento similar ao jato de superfície, e depois começam as deformações da litosfera. Aí surgirão os maremotos e furacões em larga escala, bem como da atividade vulcânica, mediante a ação de agentes exodinâmicos. Bolsões de gás natural explodem em diversos pontos, o mar invade inúmeras áreas e outras emergem.

Atlântida e Lemúria reaparecem no mapa do planeta. Explosões serão ouvidas com freqüência na maior parte do planeta, fruto das acomodações da crosta.

As 48 horas que se seguem à passagem do astro intruso serão de dinâmica inimaginável em termos de variações geográficas e climáticas .

fogo-do-céus-apocalipse-meteoros

Fogo do Céu

O Astro intruso que, devido ao seu magnetismo, atrai para si, durante sua jornada pelo universo outros corpos celestes que vagam pelo espaço. Ao tangenciar a órbita terrestre tais corpos serão imantados pelo magnetismo da Terra, precipitando-se, assim, a chuva de meteoros incandescentes, colaborando assim para os desencarnes em massas.

Limpeza Astral

Por ser essencialmente um orbe acumulado de vibrações embrutecidas, contendo plasmas que sintonizam a desordem e o caos.

Atrairá para si, entidades espirituais que se afinem suas vibrações. Nos planos (umbrais Inferiores) que abrigam espíritos negativos, com suas moradas de aspecto sinistro e onde são praticados atos de extrema negatividade e também um verdadeiro lixo etéreo que se encontra lá e em toda atmosfera do planeta, Energias formadas de larvas, de miasmas, e de espectros diversos de animais peçonhentos, trabalhos de magia negra e outras raízes malignas que a milênios foram cultivadas.

Vibrações de kamarupas que serão todos extintos pela passagem do astro intruso. Todo o entulho etéreo do planeta será absorvido para o orbe do astro, este processo pode ser classificado em três etapas básicas:

astro-intruso-espiritos-expurgados

- Na aproximação do astro, com a limpeza radical de entidades já aprisionadas á espera do astro Intruso nos Umbrais Inferiores.

- No exato momento da passagem do astro, que conduzirá as entidades espirituais que estão desencarnando naquele momento, bem como as que se encontram meio à confusão que se estabelecerá nos planos espirituais inferiores.

- Esta ultima etapa vem logo após a passagem do astro, e se refere aos espíritos que desencarnarão em momentos posteriores aos cataclismos. Aproximadamente dois terços da população encarnada e desencarnada da Terra seguirão com o astro intruso. Entre o um terço restante a grande maioria permanecerá nos planos terrestre denso, inicialmente pouco mais de 140 mil pessoas, e espiritual, para que replantem as raízes da “Nova civilização” no planeta. Apenas poucos migrarão para outros planetas, sendo conduzidos por “veículos etéreos” tipo vimanas.

Ou seja serão transferidos progressivamente para outros planetas, mais evoluídos como Marte e Júpiter, e alguns para as esferas planetárias de Sirius, de Capela, de Orion, de Perseus, e de Cassiopéia, por exemplo, e somente através do plano extra-físico que esta ascensão se dará.

Transmigração das almas

Este fator espiritual também percebe-se que segui-rá em três fases usando se assim certos simbolismos cristãos: “Queda, Salvação e Ascenção” Ou seja: Queda: para aqueles que seguirem com o astro. Salvação: para aquele que forem permitido através das encarnações autorizadas, formarem as novas raízes do novo mundo, almas estas com tendências ainda á ser vencidas. Ascenção: para aquele que tiverem cumprido suas missões e vencidos suas próprias más tendências que os aprisionam aqui e em mundos de 3° dimensão densa. Recebendo assim om prêmio da encarnação em mundos melhores.

Pós Cataclismo

Os atuais continentes deixam de existir na forma como são conhecidos hoje, pois parte deles submerge enquanto o que restar estará unido às terras que emergem. Uma característica da nova geografia é que os continentes serão próximos uns dos outros da mesma forma que hoje estão Europa, Ásia e África, que praticamente formam uma área contínua.

passagem-astro-intruso-armagedon

A Austrália dos dias atuais será uma ilha e as terras que emergem do Pólo Sul formam um continente mais afastado dos demais, como aconteceu com a Austrália no último cataclismo. A região será cercada de inúmeras ilhas baixas, muitas das quais poderão ser habitadas por nativos que migrarão de regiões do Pacífico.

A vida na Terra será por longo tempo voltada para a sobrevivência. Ocorrerão desencarnes em massa, devido à fome e aos desastres climáticos, obrigando os homens, no início, a migrar regularmente à procura de regiões mais prósperas em termos de recursos hídricos e alimentos. A medicina voltará a ser exercida com a utilização de plantas, baseada no conhecimento dos sobreviventes, que passarão essas informações aos seus descendentes.

É quase o retrocesso aos primórdios da era do homo sapiens, com o conhecimento transferido através das histórias dos sobreviventes pela palavra oral. Os sobreviventes serão obrigados a se adaptar às novas condições, com o pouquíssimo que lhes restar do mundo industrializado. Será a falência múltipla dos sistemas tecnológicos e sociais. Estradas, fábricas, pontes, centrais de energia elétrica, portos e cidades desaparecem ou se tornam completamente inúteis.

Em inúmeros lugares, afastados das grandes cidades, os homens habituados pela pobreza a sobreviver consumindo frutas, legumes e vegetais terão maiores condições de se manter. Seu conhecimento sobre remédios naturais, produzidos artesanalmente com ervas e plantas, será altamente favorável. E são justamente esses, que sempre dependeram da natureza e da improvisação para sobreviver, é que serão mais fortes na preservação da espécie. A pobreza material e o desprezo dos homens lhes concederam o espírito de luta. E como humildes que são herdarão a Terra.

nibiru-após-apocalipse

Provas Passadas

O Cataclismo passado criou inúmeros mistérios aos olhos dos homens, como amostras de minas de sal nas montanhas, indícios de culturas semelhantes em continentes distantes, oásis em meio a desertos áridos, fósseis marinhos em áreas distantes do oceano, o lago Titicaca com suas águas levemente salgadas a quase 4.000 metros de altitude na América Latina, entre outros. Fatos que provam ter ocorrido importante modificação geográfica no planeta como um todo, a partir da desagregação de solos e de alterações em oceanos.

A Sintonia

De acordo com Ramatis, ainda há tempo para que muitos reflitam sobre seus atuais momentos do espírito e vençam suas imperfeições, não sintonizando mais com aquele orbe higienizador. Trata-se de um processo muito difícil para cada um, mas que precisa ser realizado, pois ainda há tempo. Caso contrário, não haveria a necessidade de avisos sobre a chegada daquele corpo celeste.

sobreviventes-armagedon

Visão Espiritual do Fim

O temor do Apocalipse conduz à união. Isso já aconteceu em ciclos anteriores, apesar de que a grande maioria permaneceu cética até o final. Quando os grandes cataclismos começaram a ocorrer, muitos tentaram fugir ou se abrigar inutilmente. Outros pensaram em fazer o que sempre fizeram na vida e tentaram comprar a salvação dando bens e dinheiro em seus templos, mas a rapidez dos fatos não permitiu que isso fosse levado adiante.

Portanto, o futuro possível para os homens na direção de Deus encontra-se na união de todos, fundamentada na humildade, no amor, na caridade e no respeito mútuo com compaixão. Essas são as chaves que a humanidade precisa para estar em paz com a própria consciência nos dias que virão.

astro-intruso-fim-do-mundo

Conclusão

A Terra foi criada para ser uma escola a serviço da espiritualidade, e atender às necessidades carmáticas de muitos espíritos que se encontram em evolução na esfera do Universo onde ela se localiza. Os homens devem entender que eles não são proprietários da Terra, eles estão de passagem por ela. Da mesma forma que alguém que termina um curso não passa a viver na escola como residente, ou a leva nas costas para outro lugar, mas sim os ensinamentos ali adquiridos.

Em geral, os homens prendem-se em demasia à matéria, esquecendo que existem outros planos superiores numa escala infinita, onde poderão realmente realizar os seus sonhos de paz junto a Deus.

Fonte : O Astro Intruso

Edição, Resumo e Notas :

Valter Amorim.

Download do Livro em pdf: http://www.4shared.com/get/140621973/8a689143/O_Astro_Intruso_-_E_O_Novo_Cic.html


Postagens Relacionadas :

Haverá dois sóis em 2012

A Transição Planetária por completa até 2036

Ramatís e o Astro Intruso

7 comentários:
  1. Hoje,eu pressinto que as profecias se cumprirão mais breve do que se pensa,,,já estamos dentro do "olho do furacão"

    ResponderExcluir
  2. Hoje,eu pressinto que as profecias se cumprirão mais breve do que se pensa,,,já estamos dentro do "olho do furacão"

    ResponderExcluir
  3. Hoje,eu pressinto que as profecias se cumprirão mais breve do que se pensa,,,já estamos dentro do "olho do furacão"

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o seu artigo, parabéns! Tudo bem, eu compartilhar em meu blog, citando a fonte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique a vontade Irene, aliás; como podemos tomar como donos das verdades espirituais, se são pelos imortais que elas chegam até nós, provando que somos apenas divulgadores.

      Abraços....

      Excluir
  5. Aguardo ancioso a chegada do astro planeta nibiru, kachina azul dos indios hope, assim teremos uma humanidade mais justa.

    ResponderExcluir

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !