Digite seu E-mail:

Assine o Feed

O Espiritismo e o diálogo com outras religiões

O Espiritismo e as outras religiões

espiritismo_religiões

A posição oficial da Igreja Católica é de proibição terminantemente os seus fiéis assistirem a sessões mediúnicas realizadas ou não com auxílio de médiuns espíritas.

- Mesmo que estes pareçam ser honestos ou piedosos .

- Quer interrogando os Espíritos e ouvindo suas respostas, quer assistindo por mera curiosidade.

Posições similares têm as religiões evangélicas. No entanto, a Igreja Católica não nega a possibilidade física de comunicação com entidades espirituais.

Em pesquisas recentes, sob a tutela do Papa João Paulo II, o Padre François Brune publicou o livro “Os Mortos nos Falam”, em que defende a realidade das comunicações com os Espíritos.

Além disso, principalmente no Brasil, é possível observar uma maior tolerância por parte de muitos leigos católicos às práticas mediúnicas. Atualmente, muitas comunidades evangélicas, apesar de não concordarem com as práticas teológicas e filosóficas do espiritismo, têm também procurado manter com relação a ele uma relação respeitosa, por reconhecer nos trabalhos sociais desenvolvidos pelas casas espíritas uma atividade séria e comprometida.

Algumas, inclusive, têm buscado uma aproximação concreta com as instituições espíritas, seja por meio da realização de cultos ecumênicos, seja através do diálogo inter-religioso. A Doutrina Espírita, por sua vez, respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens.

Fenômenos Espíritas e a Ciência A investigação dos fatos e causas do fenômeno mediúnico é objecto de estudo pela Pesquisa Psíquica, ramo da parapsicologia (substituindo a metapsíquica), que tem como interesse fundamental a averiguação da ocorrência dos aludidos fatos. Vêm fazendo-se investigação séria e científica, e por vezes, a nível universitário, mas até o momento sem qualquer evidência científica reprodutível.

Também, a Doutrina Espírita utiliza uma metodologia científica própria, sem o rigor científico habitual e baseada muitas vezes em evidências anedóticas. Kardec, no preâmbulo de O que é o Espiritismo, afirma que o espiritismo "é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal".

Dentro dessa perspectiva, Kardec teria fundado a "Ciência Espírita", tendo como objeto o espírito e toda a ordem de fenômenos que a ele dizem respeito. Na Revista Espírita, que publicou até sua morte, analisa vários relatos de fenômenos aparentemente mediúnicos ou sobrenaturais oriundos de diversas partes do mundo.

Procurava distinguir, entre os relatos que lhe chegavam, os acontecimentos prováveis ou pelo menos verossímeis daqueles oriundos do charlatanismo ou da simples imaginação superexcitada. Durante o século XIX, uma controversa forma de evidenciar a existência de espíritos era a chamada fotografia espírita, que obteve sucesso especial na Inglaterra, nos Estados Unidos e na França. Fotógrafos amadores e profissionais dedicavam-se a ela, fosse com o intuito de desmascarar o que consideravam ser uma fraude, fosse para demonstrar a autenticidade do fenômeno. Apesar das muitas fraudes existentes, casos famosos como o do americano Mumler suscitam até hoje debates entre investigadores.

Para além dos aspectos doutrinários, existe uma diversidade de práticas que vêm suscitando nas últimas décadas uma crescente curiosidade - a ectoplasmia, psicocinesia, psicofonia, psicometria, levitação, telepatia, clarividência, pré-cognição, via onírica (sonhos), psicografia, arte mediúnica, medicina e cirúrgia mediúnica, apometria, radiestesia e rabdomancia. Mesmo após extensas investigações científicas, e debunks por James Randi, Harry Houdini e outros, nenhum desses fenômenos foi rigorosamente referendado até hoje pela metodologia científica.

O Espiritismo no Brasil Divulgado em praticamente toda a Europa no século XIX, o Espiritismo chegou ao Brasil em 1865. Hoje, o País é o que reúne o maior número de espíritas em todo o mundo. A Federação Espírita Brasileira – entidade de âmbito nacional do Movimento Espírita – congrega aproximadamente dez mil instituições espíritas, espalhadas por todas as regiões do País.

Atualmente, o Brasil possui 2,3 milhões de espíritas, de acordo com o último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2000. Terceiro maior grupo religioso do País, os espíritas são, também, o segmento social que têm maior renda e escolaridade, segundo os dados do mesmo Censo. Os espíritas têm sua imagem fortemente associada à prática da caridade.

Eles mantêm em todos os Estados brasileiros asilos, orfanatos, escolas para pessoas carentes, creches e outras instituições de assistência e promoção social. Allan Kardec, o Codificador do Espiritismo, é uma personalidade bastante conhecida e respeitada no Brasil.

Seus livros já venderam mais de 20 milhões de exemplares em todo o País. Se forem contabilizados os demais livros espíritas, todos decorrentes das obras de Allan Kardec, o mercado editorial brasileiro espírita ultrapassa 4.000 títulos já editados e mais de 100 milhões de exemplares vendidos.

A Federação Espírita Brasileira foi fundada em 2 de janeiro de 1884, no Rio de Janeiro (Rio de Janeiro). Em 2004 completou 120 anos. É uma sociedade civil, religiosa, educacional, cultural e filantrópica, que tem por objeto o estudo, a prática e a difusão do Espiritismo em todos os seus aspectos, com base nas obras da codificação de Allan Kardec e nos Evangelhos canônicos.

O Departamento Editorial da FEB possui um catálogo de mais de 400 títulos que totalizam 39 milhões de livros vendidos. Todos inspirados na Codificação Kardequiana: romances, mensagens, contos, crônicas, textos científicos e filosóficos, além de CD-ROMs, vídeos, apostilas e CDs de canções espíritas.


Postagens Relacionadas:

Fé e Obras são as Regras do Evangelhos ?

O Velho Testamento foi revogado por Jesus?

O Espiritualismo Tibetano segundo o polêmico Lobseng Rampa

0 comentários:
Postar um comentário

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !