Digite seu E-mail:

Assine o Feed

Sinais da Transição Planetária - Ressonância Schumann e alterações nos DNAs

sinais transição planetaria

À medida que adentramos mais no tempo e espaço dos momentos importantes da transição do planeta, nos percebemos que algo ou algumas coisas não andam como de costume, não estamos aqui se tratando só na questão do comportamento humano mais também em outros fatores que diz respeito ao nosso conturbado planeta.

O planeta esta passando por uma mudança em sua estrutura, e para acomodar uma forma de vida mais propícia para um novo tempo, a espiritualidade está a fazer sua parte.

Pietro Ubaldi em uma de sua revelações já dizia que Jesus estaria a criar novo corpos para os novos homens do terceiro milênio, e o próprio Jesus como sinal do fim dos dias afirmou que aqueles dias seriam abreviados, sendo previsões ou não, mais alguns fatos nos chamam a atenção para o aqui agora, que se coincidem com o já exposto, mais as mudanças são muitas e vamos aqui tratar de apenas duas destas.

O Tempo :

Não há como deixar de perceber as mudanças, não somente aos despertos, mais em quase todas consciência, e todos estes fatos estão relacionado á aceleração freqüência da terra, mudanças estas que estão interagindo direta e indiretamente em nós, de forma vibratória tanto no sentido físico com espiritual.

Bom quero comentar aqui sobre um fato que está ocorrendo, à nível mundial e todas as pessoas, sejam, jovens, adultos ou idosos já estão percebendo que o dia está mais curto !

ressonância_schumann

Temos a impressão que o dia não marca mais 24hs, e isso é real, estamos entrando, vamos se dizer: estamos com os pés na quarta dimensão, e em mundos de quarta dimensão o tempo é mais acelerado. bom temos aqui a causa natural desse fenômeno que foi constatado por um cientista alemão.

O físico alemão W.O. Schumann constatou em 1952 que a Terra é cercada por uma campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera que fica cerca de 100 km acima de nós, criando o que se chamou de “cavidade Schumann”. Nessa cavidade produz-se uma ressonância (dai chamar-se ressonância Schumann) mais ou menos constante da ordem de 7,83 pulsações por segundo(hertz).

Funciona como uma espécie de marca-passo, responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum de todas as formas de vida. Essa ressonância está ligada ao sol e às condições ecológicas gerais da biosfera e da atividade poluidora humana. Sabe-se que o aumento crescente do uso de celulares favorece a poluição magnética a nível de todo o sistema-Terra, além de interferir no equilíbrio magnético dos neurônios.

Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma freqüência de 7,83 hertz. Empiricamente fêz-se a constatação que não podemos ser saudáveis fora desta freqüência biológica natural. Antes, ela é extremamente propícia para o estudo e para o equilíbrio emocional humano. Quando nosso sistema biológico funciona nos parâmetros desta freqüência, ele está em sintonia com a freqüência magnética da Terra.

Por milhares de anos a freqüência permaneceu constante, mas na década de 80 e 90 passou de 7,38 para 13 Hertz por segundo.

Como conseqüências ocorreriam os desequilíbrios ambientais, climáticos, os conflitos, as alterações de comportamento. Esta alteração faria com que a jornada de 24h da Terra ficasse em 16h. E é o que se vê hoje.

dna_humano_12_helices

No Corpo Físico :

Dr. Berrenda Fox, doutorado em Fisiologia e Naturopatia, provou através de exames de sangue que algumas pessoas têm realmente desenvolvido novas seqüências de DNA. As suas pesquisas fornecem evidências de mudanças no DNA e nas células. A seguir uma entrevista realizada por Patrícia Resch com o Dr. Fox, onde ele explica o processo evolutivo pelo qual está passando a humanidade através da relação com as mudanças no DNA.

P: Como está mudando o nosso DNA?

B.F: Todas as pessoas têm uma hélice dupla de DNA. O que estamos descobrindo é que existem outras hélices que estão sendo formadas. Na hélice dupla, existem duas seqüências de DNA enroladas em uma espiral. Meu entendimento é o de que iremos desenvolver doze hélices. Durante este tempo, que parece ter começado talvez entre 5 e 20 anos atrás, temos sofrido uma mutação. Esta é a explicação científica. É uma mutação da nossa espécie em algo para o qual o resultado final ainda não é conhecido.

As mudanças não são conhecidas publicamente, porque a comunidade científica sente que isso amedrontaria a população. De qualquer forma, as pessoas estão mudando a nível celular. Estou trabalhando atualmente com três crianças que possuem três hélices de DNA. A maioria das pessoas sabe e sente isso. Muitas religiões têm falado sobre a mudança e sabem que ela ocorrerá de diversas formas. Nós sabemos que é uma mutação positiva mesmo que fisicamente, mentalmente e emocionalmente possa ser mal compreendida e assustadora.

Mudanças de DNA com Dilza Guimarães


Postagens Relacionadas :

Ressonância de SchumannCientistas Encontram Genes de Extraterrestre em DNA Humano

Entrevistando um Reptiliano

Mudanças no Corpo e Consciência

1 comentários:

Fica-se aos leitores cientes de que algumas postagens, principalmente do Administrador, Valter J.Amorim, estão sujeitas á alterações ou atualizações, de informações !